A comunidade guaraiense está em choque com um registro ocorrido na noite deste último domingo (11), por volta das 19:30h. A informação é que uma mulher, inconformada com o fim de um relacionamento que mantinha com um detento da cadeia pública de Guaraí, teria cometido suicídio utilizando-se de uma arma de fogo. O crime aconteceu em frente à delegacia de Guaraí, onde também localiza-se o prédio da cadeia pública.

A funcionária pública municipal Janeth Farias de Sousa, de 36 anos, teria cometido suicídio na noite deste último domingo (11), na rua de sua casa, localizada em frente ao presídio municipal, onde também se situa o prédio da 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Toda ação teria sido testemunhada por agentes e o delegado que estavam de plantão no momento.

Conforme apurado junto ao delegado Adriano Carrasco, a mulher estaria inconformada com o fim de um relacionamento que mantinha com um detento recluso na cadeia pública de Guaraí. A vítima teria pego o revolver com o objetivo de invadir a delegacia e atirar no seu amásio.

Os policiais que estavam de plantão afirmaram que tentaram convencer Janeth a entregar a arma, mas a mulher não atendia as solicitações e chegou a efetuar 4 disparos em direção ao prédio. Por sorte nenhum dos tiros acertou as pessoas que estavam no local. Janeth teria utilizado um revolver calibre 38, de propriedade ainda não definida, proferindo 4 disparos antes de atirar ao lado direito de sua cabeça. Os policiais ainda tentaram socorrer a mulher que infelizmente não resistiu e morreu poucos minutos depois.

(Marcelo Gris)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.