Em cinco cidades do Tocantins existem mais eleitores do que habitantes. Um estudo da Confederação Nacional de Municípios revela que Chapada de Areia, localizada na região central do estado, é a cidade que apresenta mais diferença. Lá, são 1.935 eleitores e 1.407 moradores. No próximo domingo, 24, os tocantinenses vão às urnas novamente para o 2º turno da eleição suplementar escolher o governador que comandará o estado até o fim do ano.

A situação é a mesma em Oliveira de Fátima, Lajeado, Fortaleza do Tabocão e Monte Santo do Tocantins. Veja a relação:

Foto:Reprodução Tv Anhanguera

O advogado especialista em direito eleitoral Marcelo Cordeiro disse que um dos motivos dessa realidade pode ser o crime eleitoral. “O candidato a governador ou os candidatos a deputados estaduais, deputados federais, candidatos a prefeitos e vereadores têm interesse específico em ter uma maior votação naquele município e eles então começam a captar eleitores de outras cidades através de relação de amizade, relações de parentesco para votar especificamente naquele município. Isso configura uma fraude eleitoral, pode gerar vários tipos de processos e não é aceito pela legislação eleitoral”.

Se houver denúncia de crime eleitoral pode ser feita uma revisão. “Caso alguém entenda que está tendo algum excesso de eleitores naquele município, o TRE pode determinar uma revisão do eleitoral para confirmar a quantidade de eleitores no município e o próprio TSE pode terminar que se faça uma revisão se verificar que está uma quantidade excessiva de eleitores com relação a quantidade de habitantes no município”. (Fonte: G1)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.