Sempre em defesa do policial civil, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol-TO) conquistou mais uma vitória na justiça. Dessa vez, por meio  do escritório Aguiar Barros & Ferreira, que representa a entidade em Gurupi, o favorecido foi o sindicalizado Josafá Costa da Silva Filho, que teve julgado a seu favor, Concessão de Antecipação de Tutela contra a Unimed, mantenedora do Plansaúde – plano concedido ao servidor público do estado.

A ação foi proposta após o Plansaúde ter negado ao sindicalizado tratamentos de câncer a sua esposa, que é também beneficiária do plano de saúde. A Antecipação de Tutela foi concedida pelo Juiz da 1a Vara Cível de Paraíso, Adolfo Amaro Mendes.

A Antecipação de Tutela consiste na antecipação dos efeitos da sentença condenatória, ou seja,  é uma técnica processual usada para quando há algum requerimento da parte que não pode esperar a execução de sentença, a justiça proporciona ao titular do direito lesado a possibilidade de cumprimento com urgência de determinada decisão.

Após saber do resultado  favorável, Josafá, seus familiares e colegas de trabalho comemoraram a determinação da justiça que corrigi, assim, uma injustiça, já que sempre teve descontado em folha o pagamento do plano de saúde. “Estamos muito felizes e agradecidos ao Sinpol, que nos deu todo apoio nessa questão”, disse Josafá, que está em Goiânia, onde continua acompanhando a esposa no tratamento.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.