A equipe de policiais civis da 7ª delegacia regional de Colinas (7ª DRPC), sob o comando da delegada Olodes Maria, prendeu nesta quinta-feira, 02, quatro suspeitos de envolvimento em um homicídio e duas tentativas de homicídio, naquele município.

O homicídio, que aconteceu no início do mês de março, resultou na morte de Rennis Nery. Já as tentativas de homicídio ocorreram contra os irmãos Tallys Costa e Vitor Manoel Sousa da Costa, respectivamente nos dias 20/04 e 23/05, de 2016.

Segundo a delegada Olodes Maria, ao longo das investigações, a polícia civil descobriu que o policial militar, Gilberlan Neves, 37 anos e o servidor contratado da Secretaria da Segurança Pública, Deuziram Silva, 25 anos eram os responsáveis por dar suporte na prática dos crimes, levantando os endereços das vítimas, bem como intermediando o crime entre os mandantes e executores.

Já o policial militar aposentado, Francisco de Assis Duarte do Nascimento, 38 anos e o ajudante de pedreiro, Luciano Gomes Santos Almeida, de 25 anos são os responsáveis pela execução direta dos crimes. Com as investigações policiais, apurou-se que a motivação que levava a quadrilha a agir é de cunho financeiro.

Luciano e Deuziram foram encaminhados para a Cadeia Pública de Colinas, onde se encontrão à disposição do Poder Judiciário, já Gilberlan e Francisco se encontram recolhidos no Quartel do Comando Geral de Palmas, à disposição da Justiça. A ação contou com o apoio do 3º Batalhão da Polícia Militar de Colinas, bem como dos delegados Joelberth Nunes de Carvalho e Ronie Augusto Esteves.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.