O ritmo e a beleza das quadrilhas continuam transformando a Beira Rio. Abrindo as comemorações juninas de Tocantinópolis, a Prefeitura através da Secretaria de Cultura, Turismo e Lazer em parceria com a Secretaria Municipal da Mulher realizaram na noite desta quarta-feira (24), com muito sucesso, a abertura da 27ª edição do “Arraiá da Alegria”. Ao todo serão mais de R$ 20 mil reais em premiação, dividido entre os grupos participantes.

O evento junino que conta com o apoio de todas as Secretarias e da Brigada Municipal recebeu várias autoridades, entre elas o prefeito Fabion Gomes (PR); a primeira-dama e secretária da Mulher, Clemilda Borges; os vereadores, Aderson Marinho (Buxim), presidente da Câmara de Vereadores; Zullias Amoury (DEM), Eleny Araújo (PSC) e Vicente Moraes (PTB); os secretários, Mazhin Arruda (Cultura), Maria das Graças (Assistência Social), Antônio Queiroz (Habitação) e Osvaldo Brito (Transportes), Edilson Vieira (Esportes e Juventude) e população em geral.

Neste primeiro dia, o “Arraiá da Alegria” foi abrilhantado com apresentações especiais dos alunos da Banda Municipal, do Centro Educacional Nossa Escolinha e Giuliano Moretti e do Grupo Nortistas, da Academia da Melhor Idade que encenaram coreografias folclóricas sobre Maria Bonita e Lampião.

Seguindo a programação, o Festival recebeu as quadrilhas Asa Branca, do distrito de Piaçava, da cidade Nazaré; Explosão Junina, de Palmeiras-TO, Chamego Junino, da cidade de Ribamar Fiquene-MA e Os Arretados do Sertão, de Campestre-MA, que concorreram pelo Grupo B, já pelo Grupo A, se apresentaram Junina do Encanto do Luar, de Araguaína-TO e Zé do Brejo, de Guaraí-TO.

Ao todo serão 5 dias de festival, que terá a participação de mais de 30 quadrilhas de diversas cidade dos Estados do Tocantins e Maranhão, divididas entre os Grupos A e B. Devido algumas escolas consideradas tradicionais do festival, não terem recursos para custear as despesas, este ano infelizmente tivemos o número reduzido de quadrilhas locais. Fato este, que não impede de abrirmos a oportunidade para as demais quadrilhas de outros estados, pois assim como os anos anteriores, o festival é aberto a todos os municípios brasileiros participarem.

A Prefeitura informa ainda que em todos os anos tem investido no festival, e que mesmo em meio à crise em que os municípios estão passando ultimamente, o Governo Municipal tenta fazer de tudo para que se mantenha viva essa tradição no município.

“A nossa intenção é mostrar que Tocantinópolis possui um grande potencial para as festas juninas. Através destas festas folclóricas resgatamos aos dias atuais esses momentos históricos e tão importantes para a cultura local. Em todas as edições, o município tenta proporcionar a melhor estrutura e apoio as quadrilhas participantes, tudo de forma democrática e transparente”, comentou o prefeito Fabion Gomes.(Ascom)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.