PV adere à campanha de Vicentinho

Após decisão do Ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, 16, que negou um recurso de Marcelo Miranda (MDB) e Cláudia Lelis (PV) para reverter os efeitos de cassação de mandatos, o Partido Verde acompanha a maioria dos membros do MDB e declarou apoio ao candidato a governador nas eleições suplementares Vicentinho Alves (PR).

O PV que tem a ex-vice-governadora Cláudia Lelis como presidente regional entrou definitivamente na campanha de Vicentinho, o apoio foi declarado na noite desta quarta-feira, 16, na sede do partido em Palmas.

Durante a reunião, Vicentinho assumiu prometeu desenvolver políticas públicas voltadas para a juventude  e o meio ambiente. A partir de hoje o PV faz parte da família 22, disse a presidente do regional do partido no Tocantins, passando a palavra para o coordenador da campanha de Vicentinho na capital Marcelo Lélis.

Marcelo fez um breve relato da trajetória do PV no Tocantins. Pensamos bem antes de tomar a decisão de apoiar Vicentinho, decisão que foi tomada pela quase unanimidade do partido, disse Lélis.

Marcelo Lélis não poupou elogios para Vicentinho, disse que o candidato é ficha limpa, mesmo após 30 anos de vida pública. Enquanto o senhor busca votos no interior, nós estaremos no corpo a corpo na capital para garantir a sua vitória, encerrou o pevista.

Vicentinho disse que o apoio do PV engrandece sua candidatura, por um partido que defende, acima de tudo, o desenvolvimento sustentável, em o ser humano está sempre em primeiro lugar.

Apoio de parte do MDB

No dia 22 de abril deste ano em convenção realizada pelo (PR) no auditório da ATM em Palmas que lançou o Senador Vicentinho Alves como candidato nas suplementares, grande parte do MDB declarou apoio a candidatura do republicano.

Na ocasião a agremiação que tem com líder o governador cassado Marcelo Miranda espalhou faixas de apoio a Vicentinho e membros do partido fizeram discursos defendendo na defesa da candidatura do senador ao governo do estado. Como foi o caso do ex-governador e atual prefeito da cidade de Paraíso Moisés Avelino, entre outros.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.