Como parte das comemorações relativas ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado em 18 de maio, a Promotora de Justiça Cynthia Assis de Paula ministrou palestra sobre o tema aos estudantes do Colégio Estadual Presidente Castelo Branco, do município de Nazaré, localizado na região do Bico do Papagaio, no Norte do Estado.

A ação visa alertar os jovens sobre os riscos da exploração sexual infantojuvenil, bem como apresentar os canais de comunicação para registrar as “denúncias”, em caso de abuso. “Infelizmente a violência sexual ainda é uma realidade que aflige muitas crianças e adolescentes aqui no Tocantins. Nós do Ministério Público devemos cumprir nosso papel de atuar não só na esfera criminal buscando a punição do criminoso, mas também na prevenção e proteção, levando orientações aos jovens, fortalecendo a rede de proteção à infância e juventude dos municípios para atuar eficazmente na identificação do abuso sexual e também no resgate da dignidade das vítimas com restabelecimento da saúde física e mental”, comentou Cynthia A. de Paula.

Números

Entre 2014 e 2015, foram quase 1400 procedimentos conduzidos pelo MPE, entre processos, inquéritos policiais e boletins de ocorrência circunstanciados. Nos últimos três anos, chegaram ao conhecimento do Ministério Público Estadual mais de 500 casos por meio do Disque 100.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.