O deputado Eli Borges (Pros), pediu a exoneração do seu assessor envolvido no escândalo da Pajero Dakar, o veículo foi apreendido na última quinta-feira, 21, pela policia civil no estacionamento da Assembleia Legislativa, a polícia está investigando, a exoneração foi retroativa a primeiro de maio de 2015.

Entenda melhor:

Policiais Civis apreenderam, na manhã desta quinta-feira, 21, um veículo Pajero Dakar, no estacionamento da Assembleia Legislativa, em Palmas, com chassis, placas e vidros adulterados e documento falso, estava em poder de um assessor parlamentar.

Segundo delegado, que investiga o caso, a identidade do assessor parlamentar está sendo preservada para não comprometer as investigações. O veículo foi apreendido e a PC está trabalhando para descobrir a origem do furto. Caso fique constatado que o assessor parlamentar adquiriu o carro de forma consensual com as irregularidades, o inquérito vai ser aberto por receptação dolosa, com pena que pode chegar a 5 anos de prisão.

O automóvel apreendido é considerado pela polícia como veículo dublê ou carro clonado, que é quando tem suas características originais reproduzidas, pela semelhança de cor, modelo, igualdade de placa e de numeração do chassi.

O ex servidor das iniciais, M. R. M envolvido no escândalo era Assessor Parlamentar de Gabinete de Líder de Bloco Parlamentar e/ou Partido Político do Deputado Eli Borges.

(Colaborou T1 noticias)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.