Governador e vice cassados, Marcelo Miranda e Claudia Lelis

O governador cassado, Marcelo Miranda (MDB) exonerou 70 servidores públicos do alto escalão. O ato de  exoneração foi publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, 26.

A publicação foi feita após ser divulgado o acórdão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a cassação do governador Marcelo Miranda (MDB) e de sua vice, Cláudia Lelis (PV). Com a saída de Marcelo Miranda, o presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse (PHS) assume o cargo interinamente, num período de 20 a 40 dias, até que sejam realizadas as eleições para o mandato tampão.

Acórdão 

Foi publicado na noite desta segunda-feira, 26, a decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que deu provimento ao recurso ordinário interposto pelo Ministério Público Eleitoral e parcial provimento ao recurso ordinário interposto pela Coligação A Mudança que a Gente Vê, que determinar a cassação dos diplomas de governador e de vice-governadora a Marcelo Miranda (MDB) e Cláudia Lélis (PV).

Na mesma decisão o TSE determina a realização de novas eleições diretas para o governo do Estado do Tocantins.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.