Fabrízio Fernandes elogiou a realização do TAF e comemorou a aprovação para as próximas fases
Fabrízio Fernandes elogiou a realização do TAF e comemorou
aprovação para as próximas fases

O concurso da Defesa Social, realizado pelo Governo do Estado e pela Fundação Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), segue o cronograma e, após a divulgação do resultado preliminar do Teste de Aptidão Física (TAF) na semana passada, o prazo para recursos vai até esta terça-feira, 24. O resultado final será divulgado até dia 3 de abril, conforme prevê o cronograma. O resultado da banca avaliadora do TAF foi, devidamente, disponibilizado na página da Funcab na internet.

Os aprovados no TAF serão convocados para a avaliação psicológica para os cargos técnicos no dia 7 de abril, com realização prevista para os dias 18 e 19 do mesmo mês. O edital do certame prevê que todos os candidatos aos cargos de Técnico em Defesa Social e Técnico Socioeducador aptos no Teste de Aptidão Física e os candidatos aos cargos de Analista em Defesa Social, Analista Socioeducador e Assistente Socioeducativo, aprovados na Prova Objetiva dentro do quantitativo de duas vezes o número de vagas, considerando os empatados na última posição, serão convocados para a Avaliação Psicológica, de presença obrigatória e de caráter eliminatório.

Já a fase de exames médicos, objetiva aferir se o candidato goza de boa saúde física e psíquica para desempenhar as atribuições típicas do cargo, com análise da condição clínica e dos exames laboratoriais que deverão ser apresentados pelo candidato.

O acadêmico de Engenharia Elétrica, Fabrízio Fernandes, 21 anos, elogiou a realização do TAF e comemorou a aprovação para as próximas fases. “A avaliação do TAF foi organizada e agora é aguardar com expectativa que o cronograma continue sendo executado e o curso de formação seja realizado”, disse. Mais de dois mil candidatos realizaram o TAF entre os dias 14 e 18 deste mês.

De Colinas, Leiliane de Sousa Miller, 35 anos, também foi uma das aprovadas no TAF e disse que a expectativa agora é para a realização das próximas etapas. “Foi muito tranquilo, bem executado, os fiscais ajudaram no quesito tranquilidade, explicaram com muita calma. Estou aguardando e confiante que todas as etapas continuem andando e que até o dia 17 de julho saia a convocação para o curso de formação”, disse. Para ela, o salário e o Plano de Carreira da área foram os principais atrativos para tentar a vaga no serviço público.

Curso de formação

A segunda etapa do certame é o Curso de Formação Profissional dos aprovados. O Governo estadual já busca parcerias para a realização do curso, conforme revelou a secretária de Defesa e Proteção Social, Gleidy Braga. “O Curso de Formação Profissional é a última etapa do concurso da Defesa Social para os profissionais que vão atuar no sistema penitenciário e socioeducativo. Estamos estudando a possibilidade de firmar parceria com a Unitins [Fundação Universidade do Tocantins] e a UFT [Universidade Federal do Tocantins] para realização desta última etapa, envolvendo também a Agência de Ciência e Tecnologia no sentido de construir um conteúdo pragmático com essas instituições para formação destes profissionais que vão atuar no sistema”, afirmou a secretária.

“A ideia é, se esses profissionais desejarem, concluir curso de formação e depois ingressarem na especialização envolvendo essas duas universidades. Nossa intenção é ter um profissional cada vez mais especializado para atuar nos sistemas”, disse, ao frisar ainda que os profissionais conseguirão ter uma bagagem intelectual e teórica, como noções de direitos humanos, por exemplo, ou de cuidados com os cumpridores de pena. O certame oferece 1.292 vagas para 19 cargos e teve mais de 42 mil inscritos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.