Prefeito prometeu a brigadistas que pagaria 200 reais mensal

Cerca de 15 pessoas que trabalham como brigadistas para a Prefeitura Municipal de Tocantinópolis, sendo 12 homens e 3 mulheres, cobram do prefeito da cidade Paulo Gomes de Souza (PSD), o pagamento integral das gratificações.

A equipe disse na manhã desta segunda-feira, 12, ao webjornal Norte do Tocantins, que foram contratados pelo prefeito Paulo Gomes, com a promessa que receberiam R$ 200,00 mensais, no entanto, segundo o grupo, a realidade é totalmente diferente, recebem somente a quantia de R$ 100,00, desde que iniciaram suas atividades aproximadamente um ano. Ainda segundo eles, esses R$ 100,00 vem com um desconto de R$ 8,00, ou seja, líquido recebem apenas R$ 92,00, sem justificativa do desconto.

Segundo o Diário Oficial do Município nº 07 de 31 de janeiro de 2018, o prefeito suspendeu, sem nenhuma justificativa, por prazo indeterminado as gratificações dos servidores municipais ocupantes da função de Brigadista Municipal e Defesa Civil de Tocantinópolis.

Segundo informações, a prefeitura possui verba para custear os trabalhos da equipe, tendo em vista que foram capacitados e treinados para os trabalhos. “Não recebemos da prefeitura nem os materiais para nossa atuação, o pouco material que temos foi doação da brigada indígena”, disse um integrante do grupo.

A equipe de brigadistas de Tocantinópolis, atua aproximadamente a um ano na prevenção, orientação e combate a incêndios, enchentes e alagamentos, além de dar apoio em eventos tais como carnavais, festas juninas, praias, jogos de futebol, natal, ano novo e reflorestamentos de áreas degradadas em Tocantinópolis.

Nossa equipe entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Tocantinópolis, mas devido ao feriado nossas ligações não foram atendidas. O espaço fica aberto para que a prefeitura se manifeste.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.