Sustentabilidade1Visando somar esforços, otimizar tempo e economizar para o estado do Tocantins, o Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) estão atuando juntos no levantamento das informações e nas ações do Cadastro Ambiental Rural (CAR). As equipes técnicas das duas pastas se reuniram na segunda, 25, para traçar um plano conjunto de integração de base de dados cartográficos inseridos no sistema de informações do CAR, por meio de informações colhidas pelo produtor rural durante o cadastramento.

O Itertins dispõe de informações técnicas necessárias para ajudar na instrumentalização do cadastro, como as peças técnicas dos imóveis, que são as plantas, o memorial descritivo, o acervo cartográfico. De acordo com o presidente da pasta, o trabalho conjunto é uma oportunidade de colaboração entre as pastas onde quem ganha é o Governo e a sociedade. “Ao somarmos conhecimento temos uma ação mais completa, com a visão de mais técnicos e mais possibilidade de acerto. Além disso, a soma dos esforços proporciona economia ao Estado, na medida em que juntos em uma demanda podemos otimizar resultados e diminuir despesas”, pontuou Julio César Machado, presidente do Itertins.

As pastas irão firmar um Termo de Cooperação Técnica para a ação conjunta no CAR, de forma que haja a troca de informações e dados técnicos entre os órgãos.

CAR

O CAR foi criado pelo Novo Código Florestal Brasileiro para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. É um registro público, eletrônico e de abrangência nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais. A finalidade é integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente, das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do País.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.