Foram registrados dez acidentes envolvendo a rede elétrica no Tocantins no primeiro semestre de 2020, sendo seis fatais. Metade das mortes ocorreu em obras de reformas ou construções. O número de vítimas deste primeiro semestre já é o mesmo de todo o ano de 2018. Já em 2019, foram registrados 22 acidentes, com seis mortes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Muitos acidentes ocorrem na construção civil, durante reformas e serviços de pintura. Por isso, é fundamental sempre contratar profissionais especializados para realizar os serviços necessários. Encostar na fiação, seja diretamente ou por meio de objetos, pode causar acidentes graves, como queimaduras e até mortes.

A Energisa tem atuado na orientação e disseminação de informações sobre os cuidados com a rede elétrica. “Ficamos preocupados quando vemos ou ficamos sabendo de uma pessoa, sem equipamentos de segurança e aparentemente sem conhecimento, trabalhando próxima à rede”, reforça Guilherme Damiance.

Principais motivos de acidentes em obras:

• Encostar materiais de construção ou ferramentas na rede elétrica;

• Construir próximo à rede, deixando o telhado sem a distância segura para fazer a manutenção;

• Colocar andaimes perto da fiação;

• Fazer ligações clandestinas ao construir ou ampliar imóveis;

• Usar máquinas de grande porte, como tratores e retroescavadeiras, nos arredores da rede;

• Instalar antenas no mesmo lado onde está a rede de energia;

• Se apoiar nos fios ou na parte superior de postes;

• Não tomar os devidos cuidados com a altura, para evitar quedas;

• Arremessar cabos sobre a rede elétrica, mesmo que encapados, pois a capacidade de isolamento do material pode não ser suficiente para evitar a passagem da eletricidade.

Intervenção da rede

As atividades que envolvem energia elétrica devem ser realizadas de forma segura e responsável, por profissionais qualificados e autorizados. Subir em postes, trocar transformadores, fazer instalação de medidores, manobrar chaves seccionadoras na rede de energia são serviços que só as equipes da Energisa podem realizar, pois são preparadas para desenvolver o trabalho com segurança.

Além de serem crime, essas atividades são perigosas e podem causar acidentes fatais. “Essas pessoas estão colocando a sua vida em risco e de todos que estão próximos. Orientamos, novamente, que somente a Energisa pode fazer intervenção na rede, pois possuímos equipes preparadas para realizar os serviços com segurança e qualidade”, Leomar da Rocha Assis, coordenador de Saúde e Segurança do Trabalho da Energisa.

Ações que são proibidas de serem realizadas na rede de energia ou próximas a elas:

• Instalar câmeras de vigilância, placas publicitárias, cabos de rede de internet e demais equipamentos particulares nos postes;

• Fazer instalações elétricas direto nos cabos dos postes. Além de perigoso, é crime;

• Instalar, retirar ou adulterar medidores de energia;

• Realizar pintura de fachadas improvisando extensores no rolo de pintura;

• Fazer cercas ou alambrados sob a rede elétrica sem aterramento e/ou seccionamento;

• Subir em transformadores ou estruturas de rede de energia. Somente as equipes da concessionária estão habilitadas a fazer intervenções no sistema.

Quer instalar uma antena, como fazer com segurança?

• Contrate um profissional qualificado e experiente;

• Garanta que a instalação será feita longe de para-raios e jamais interligue o cabo da antena aos condutores elétricos;

• Na hora da instalação não arremesse cabos sobre a rede elétrica. Mesmo eles estando encapados, a capacidade de isolamento do material pode não ser suficiente para evitar a passagem da eletricidade;

• Nunca faça a instalação em marquises. Elas estão próximas às redes elétricas;

• Não se aproxime ou toque na rede elétrica;

• O local ideal da instalação da antena é o lado oposto da fiação de energia elétrica.

Grupo Energisa

Com 115 anos de história, o Grupo Energisa é o 5º maior em distribuição de energia elétrica. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. O Grupo atende a 7,8 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de quase 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar aproximadamente 19 mil empregos diretos e indiretos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, geração, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de Call Center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora) e soluções em energias renováveis (Alsol).

Comentários do Facebook