Preso

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins deu provimento ao recurso interposto pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO) e decretou a prisão preventiva de Evandro Dias da Silva, acusado do assassinato de Alessandro do Nascimento Sousa, ocorrido em dezembro de 2020, em Lajeado.

Alessandro estava em liberdade, desde setembro de 2021, por força de decisão de primeiro grau, na qual o magistrado revogou a prisão preventiva e aplicou-lhe medidas cautelares diversas da prisão.

Com a reforma da decisão, o Tribunal de Justiça determinou expedição de mandado judicial, a fim manter o réu preso até o julgamento.

Sobre o caso

Conforme denúncia criminal, oferecida pelo promotor de Justiça João Edson de Souza, o réu teria tirado a vida de Alessandro do Nascimento Sousa motivado por ciúmes. Evandro teria desferido vários golpes de faca contra a vítima, que foi surpreendida quando estava dormindo, embriagada, sem que tivesse condições de se defender.

Pelas circunstâncias, responderá por homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Comentários do Facebook