Cleusiane Pereira Cardoso - Assassinada por motivo torpe/fútil

Na madrugada deste domingo, 24, uma mulher identificada como Cleusiane Pereira Cardoso, 42 anos, foi assassinada com pedradas, nos fundos de uma distribuidora de bebidas na quadra 307 norte, e Palmas, após uma discussão por causa de um celular.

Segundo a versão da acusada, Cleusiane teria lhe dado um tapa no rosto e tentado tomar o celular, contou a mulher autora das pedradas que não teve o seu nome divulgado.

A versão contraria os depoimentos de testemunhas, que disseram que o celular da suspeita de cometer o crime caiu após um esbarrão acidental entre as duas.

O Serviço de Atendimento Móvel De Urgência – (Samu) esteve no local, mas a vítima já tinha morrido. O corpo de Cleusiane foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para realização de uma necrópsia.

A acusada havia fugido do local do crime e foi encontrada pela polícia após denúncias anônimas. Ela prestou depoimento na delegacia de polícia civil.

Não se sabe se a autora do crime se livrou de responder pelo assassinato presa ou em liberdade, só saberá após audiência de custódia.

Pedaços de pedra foram recolhidos no local do crime que podem ter sido usados no assassinado e que servirão de prova, a polícia investiga o caso.

Comentários do Facebook