Prefeitura de Santa Fé do Araguaia
Prefeitura de Santa Fé do Araguaia

A justiça cassou na última sexta-feira (29) o mandato do prefeito e vice de Santa Fé do Araguaia, Fleuri José Lopes (PSB) e Elsir Soares Ferreira (DEM). O vereador Jair da Dalila (PSB) também foi cassado. Todos tiveram os direitos políticos suspensos por oitos anos por meio de sentença expedida pela juíza Milene de Carvalho Henrique, da 34ª Zona Eleitoral de Araguaína, nesta sexta-feira, 29.

A juíza determina a diplomação de Márcia Aparecida Costa Bento (PMDB), 2ª colocada nas eleições 2012 com 1.522 votos. Já na cadeira do vereador Jair assumirá o primeiro suplente da Coligação, João de Sousa (PSB).

Fleury já estava afastado do cargo desde o dia 12 de setembro de 2013 em razão de Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público Estadual (MPE). O gestor é acusado de praticar diversos atos de improbidade como alugar, em nome do município, dois imóveis de propriedade de sua esposa, superfaturar compras, pagar por serviços não prestados e aquisição de materiais não entregues. A soma das irregularidades teria causado prejuízo de R$ 375.305,00 ao erário.

Fleury, Elsir e Jair são acusados de terem cometido abuso de poder econômico através da disponibilização de transporte, hospedagem e intermediação para cirurgias em troca de apoio eleitoral, além de captação de votos. Segundo o Ministério Público Eleitoral, o grupo organizou uma “rede de interesse político-eleitoral” para vencer as eleições.

Durante o período eleitoral, segundo testemunhas, o então candidato Fleuri teria movimentado nesta conta não declarada R$ 109.437,00, de onde foram verificadas diversas saídas de recursos que teriam sido utilizados na compra de votos. O grupo também é acusado de ter providenciado o transporte e internações hospitalar de eleitores para a realização de dezenas de cirurgias em Xambioá, Arapoema e São Geraldo do Araguaia (PA)

O então candidato a prefeito ainda deixou de declarar cerca de R$ 109,4 mil em uma conta bancária. O dinheiro teria sido utilizado para comprar apoio político com o pagamento de contas de energia, IPVA e procedimentos para expedição de CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.