A Polícia Civil prendeu, na manhã desta terça-feira, 7, Antônio José Martins Guarda, vulgo “Butantã”, 33 anos, e Ana Marta Silva, 27 anos, sob a acusação de crimes de tráfico ilícito de drogas, receptação dolosa e furto.

A prisão dos dois indivíduos é resultado de investigações iniciadas após o furto de um notebook de uma igreja, em Guaraí, fato ocorrido no último sábado, dia 4. Segundo apontaram as investigações, Ana teria adentrado ao local e furtado o computador, da marca Lonovo.

Com base nas informações apuradas, nesta terça-feira, policiais civis que investigavam o crime encontraram Ana e a reconheceram como autora do furto.

Após levantamentos de inteligência a equipe apurou que o equipamento havia sido trocado por drogas, com o traficante conhecido como “Butantã”, com quem o objeto, de fato, estava e foi recuperado.

Diante dos fatos, após os procedimentos legais cabíveis, Butantã foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Guaraí, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Por não estar mais em situação de flagrância e conforme determina à legislação vigente, Ana Marta responderá pelo crime de furto em liberdade.

 A Polícia Civil de Guaraí está agindo com rigor no combate ao tráfico de drogas e pede aos cidadãos guaraienses que não temam denunciar eventuais pontos de vendas de drogas na cidade. As denúncias podem ser feitas de forma anônima, através dos telefones (63) 3464-1418/3464-1621, ou através do WhatsApp da Polícia Civil de Guaraí  (63) 98423-4560. O sigilo é absoluto.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.