Justiça Federal - Araguaína
Justiça Federal – Araguaína

Teve início nesta segunda-feira (28), o mutirão de audiências do Juizado Especial Federal Adjunto de Araguaína (TO). As ações são previdenciárias e envolvem o INSS. Ao todo, serão quatro semanas, oito juízes envolvidos e 1.800 audiências designadas. A primeira etapa do mutirão segue até a próxima sexta-feira (2) nas dependências da Faculdade Católica Dom Orione.

De acordo com a juíza federal da Subseção Judiciária de Araguaína, Roseli Ribeiro, atualmente tramitam mais de 21.046 processos na Vara Única, sendo que 12.562 são relativos ao Juizado Especial Federal Adjunto. A magistrada explica ainda que durante o mutirão vão ocorrer “audiências e sentenças de processos previdenciários, dentre eles aposentadoria rural, LOAS e auxílio maternidade”.

Para as audiências, foram designados pelo Tribunal Regional Federal da 1a Região, oito magistrados, sendo eles do Tocantins, Goiás, Maranhão, Pará e Piauí. A próxima etapa do mutirão acontecerá entre os dias 12 e 16 de dezembro deste ano. (Samuel Daltan)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.