Colégio Ernesto Barros
Colégio Ernesto Barros

As escolas estaduais do Tocantins realizam nesta semana diversas atividades em alusão ao Dia das Crianças comemorado no dia 12 de outubro.  No Brasil, a data foi instituída em 1924 e evidencia a importância da infância para o desenvolvimento humano.

“Este é um dia para lembrarmos o quão importante é a atenção dadas às crianças de hoje que serão os professores, engenheiros, médicos, empresários, e demais profissionais do futuro”, frisa a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Sechim.

Na rede estadual de ensino cursam o ensino fundamental cerca de 16 mil crianças. “O atendimento da Educação para esta fase do ensino é voltado para a formação educação integral dos estudantes nos seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social”, explica a secretária.

Programação nas escolas

No Colégio Estadual de Tempo Integral Ernesto Barros, localizado no município de Colinas, o Dia das Crianças foi comemorado em grande estilo com tema “Contos de Fada”. Servidores e estudantes encenaram clássicos das histórias infantis com Cinderela, Rapunzel e A Bela Adormecida. O evento contou ainda com brincadeiras de palhaços e apresentação de ginástica rítmica do grupo de dança Arte e Movimento.

Em Pedro Afonso, a Escola Estadual de Tempo Integral Pádua Fleury, promoveu nesta quarta-feira, 12, uma gincana educativa com provas envolvendo os conteúdos trabalhados até o terceiro bimestre. Na programação houve também um momento recreativo com competições de futsal, tênis de mesa, dentre outros. “Este é o segundo ano que realizamos o evento do dia das Crianças e eles já estão bastante empolgados para a gincana. As provas foram elaboradas pelos professores das 20 disciplinas ofertadas aborda o conteúdo de forma divertida”, conta a gestora da unidade escolar, Marilene Rosa de Souza.

Na região do Bico do Papagaio, em Nazaré, a Escola Estadual Piaçava comemora o Dia da Criança na quinta-feira, 13, relembrando as brincadeiras tradicionais como dança da cadeira, corrida do saco, cantigas de roda, amarelinha, dentre outras. Segunda a diretora da unidade escolar, Marlene Maria Brito de Queirós, a intenção da escola é resgatar opções de diversão sem o uso de tecnologias, como televisão e internet.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.