Candidato a governador garante redução de ICMS e quer que as empresas de energia (e água) repassem os descontos aos consumidores e ampliem o alcance das tarifas sociais para mais pessoas: “Os mais pobres são os mais penalizados com essas tarifas extorsivas”, diz candidato a governador

Candidato a governador pela Coligação A Vez dos Tocantinenses, Vicentinho Alves (PR) garante que os tocantinenses não vão mais pagar as tarifas de energia elétrica cobradas hoje no Estado e que estão entre as mais caras do País. “São preços totalmente fora da realidade dos tocantinenses, especialmente das camadas mais pobres. Vamos tomar medidas imediatas para reduzir esses valores”, garantiu.

Uma delas será é alterar a alíquota do ICMS, atualmente em 25%, e exigir que a Energisa repasse esse desconto para os todos consumidores e também adotem medidas para que a tarifa social seja estendida a mais consumidores. “O estilo de vida das pessoas vai mudando, e a tarifa social precisa acompanhar essa evolução. Há muito tempo o teto é o mesmo”, lembrou Vicentinho.

O candidato a governador garantiu ainda as medidas tomadas logo após assumir o governo do Estado terão como alvo também o valor da tarifa de água, considerando do mesmo modo a ampliação do alcance da tarifa social.

“Vamos chamar as empresas de água e energia para construirmos um amplo acordo, com garantias de que essa redução chegará ao consumidor final, principalmente para os mais pobres”, garantiu Vicentinho, lembrando que as comunidades indígenas e quilombolas inscritos no Cadastro único têm isenção total da tarifa de energia garantida até o limite de consumo de 50 kWh mensais .

Hoje, o desconto máximo mensal sobre a tarifa de energia elétrica é de 65% para quem consome até 30kWh; de 40% para até 31 kWh a 100 kWh; e 10% até de 101 kWh a 220 kWh.

Descontos na tarifa de água

Vicentinho também garantiu que irá fará um fazer um levantamento criterioso do programa Estado relacionado à tarifa social da água, a fim de aumentar o teto de desconto para os consumidores mais pobres e também implantar critérios justos e transparentes para os consumidores requererem o benefício na BRK Ambiental. “Hoje, muitas pessoas deixam de requerer o benefício por falta de informação do Estado. Vamos mudar essa realidade. Vamos facilitar todos os caminhos para que todos os consumidores que não tenham como pagar saibam que o benefício existe e que é um direito dele”, lembrou Vicentinho.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.