Eduardo Siqueira Campos
Eduardo Siqueira Campos

O deputado Eduardo Siqueira Campos (DEM), declarou, nesta quarta-feira, 22, que votará favorável ao Projeto de Lei que determina a mudança da Unitins de fundação para autarquia, da forma como quer a comunidade acadêmica e a gestão da Unitins. No entanto, o parlamentar disse que não abre mão de que a comunidade acadêmica possa participar da escolha do reitor através do voto. Siqueira defendeu que a mudança na Unitins seja completa e siga o modelo já existente em outras universidades do País. O Parlamentar relembrou que colocou a maior emenda individual para a Universidade e disse que cabe ao Governo fazer o pagamento.

O deputado Eduardo Siqueira disse que a mudança da Unitins de fundação para autarquia é assunto superado na Assembleia Legislativa, e o que se discute atualmente são emendas propostas pelos deputados visando aperfeiçoar o projeto em tramitação. Eduardo Siqueira também defendeu um amplo debate sobre o tema. “O que não dá é não discutir, o que não dá é aprovar sem ler, o que não dá é para deixar de debater. Se não aprovamos ainda é porque estamos fazendo nosso trabalho em sua plenitude”, afirmou.

Maior participação

Eduardo Siqueira apresentou uma emenda para que além de se tornar autarquia, a nomeação do reitor continue sendo uma prerrogativa do Governador, mas que a seleção dos postulantes ao cargo seja feita em votação com a participação de toda a comunidade acadêmica. “Sendo uma autarquia não se pode tirar do Governador a prerrogativa de fazer a nomeação do reitor,  mas como? Eleito pela comunidade acadêmica em toda a sua extensão, seja por lista tríplice ou chapa única,  e o Governador escolhe quem nomear, se o mais votado ou outro”, declarou.

Na proposta do deputado Eduardo Siqueira, a comunidade acadêmica teria até 24 meses para se organizar e definir a forma de escolha, organizar a votação e encaminhar os nomes para que o Governador proceda a nomeação. “Poderia ser no final deste governo para o próximo, ou poderia ser agora, mas  dependeria da comunidade acadêmica”, propôs.

Entidade fortalecida

Siqueira discordou daqueles que não desejam a eleição para reitor e disse que a Unitins tem a oportunidade fazer uma mudança completa seguindo o modelo já adotado por universidades de outros estados como Rio de Janeiro, Goiás e Bahia. “Agora tem quem defenda não haver eleição, aí vai aí minha total discordância. Se estamos mudando e fazendo essa alteração agora, que a façamos de acordo com o que deseja a comunidade acadêmica, preparando a entidade para fortalecer seu orçamento, para empossar os professores que passaram no concurso, para fazer novos concursos, mas para termos uma Unitins da qual todos nós possamos nos orgulhar”, destacou.

“Só uma situação é inarredável, voto pela autarquia, mas não abro mão de que façam a previsão da eleição para reitor, seja em que tempo for, no tempo em que o conjunto das ideias puder fazer para o melhor para comunidade acadêmica”, disse.

Mais recursos

Eduardo Siqueira relembrou que foi o parlamentar que mais destinou recursos para Unitins através de emendas parlamentares, comprovando sua preocupação com a instituição e o objetivo de ajudar a construir um Universidade forte e autônoma.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.