CorretoO agente de Polícia Civil e integrante do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER), David de Paula Júnior, conquistou duas medalhas no Campeonato Tocantinense de Jiu Jitsu, que foi realizado no último final de semana, em Palmas. David, que é faixa preta de Jiu-Jitsu e professor da arte marcial, competiu na categoria Máster, de 30 a 35 anos, (faixa-preta) categoria leve, até 76 quilos, onde sagrou-se campeão, obtendo a primeira colocação.

Na sequência, David Júnior competiu na categoria absoluto, que reúne lutadores de peso livre com até 76 quilos, onde obteve a terceira colocação. A competição foi realizada no último dia 20, no Ginásio do Colégio Militar de Palmas e contou com a participação de aproximadamente 300 atletas do Tocantins, além dos estados da Bahia, Maranhão, Goiás, Pará e Distrito Federal. As disputas foram iniciadas às 8 horas da manhã e encerraram-se por volta das 21 horas.

 Além de competir, o policial civil acompanhou sete de seus alunos que também participaram da competição. Quatro deles obtiveram a primeira colocação em suas respectivas categorias, dentre eles uma aluna, que é faixa azul que e sagrou-se campeã na categoria de peso a qual pertence e, também na categoria absoluto, (livre de peso).

David ressalta a importância, não só da prática de artes marciais, mas de esportes em geral. “Acho de grande importância a participação em campeonatos, não somente com o objetivo de competir, mas de participar. Isso estimula a prática do esporte e traz vários benefícios para o atleta. Em nossa rotina diária de trabalho, estamos na iminência constante de algum combate corpo a corpo com meliantes e o domínio de uma arte marcial nos deixa mais preparados para lidar com tal situação”, frisou.

A prática de uma arte marcial, como qualquer outro esporte traz benefícios, não só para a profissão, mas também para a qualidade de vida, como controle de peso, melhoria da parte cardiorrespiratória, hipertensão, diabetes, dentre várias outras doenças que podem ser evitadas com a prática esportiva e hábitos saudáveis. “Quando se começa a praticar uma arte marcial ou esporte, nos tornamos mais conscientes com o nosso bem estar e a nossa saúde, pois começamos a dar mais importância ao sono, a uma boa alimentação e quais fatores determinantes na melhoria do rendimento dentro e fora das competições”, avaliou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.