Epitácio Cafeteira, enquanto senador, em seu gabinete, em 2007 / Foto: Roberto Stuckert

O ex-governador do Maranhão Epitácio Cafeteira (PTB) morreu neste domingo (13) em Brasília aos 93 anos.

Ele estava sendo monitorado por uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) montada em sua casa na capital federal. Em nota, a família do ex-governador informou que ele estava debilitado e sua saúde inspirava cuidados, mas não divulgou as causas da morte.

Um dos políticos de maior expressão do Maranhão, Cafeteira foi prefeito de São Luís, deputado federal por três mandatos, governador e senador. Ele estava afastado da política desde 2015, quando encerrou seu último mandato no Senado Federal.

Em sua trajetória política, teve uma relação de alianças e disputas com o grupo político do ex-presidente José Sarney (MDB).

Foram adversários nos anos 1970 e 1980 e reconciliaram-se em 1985, quando Sarney assumiu a Presidência da República. No ano seguinte, foi eleito governador do Maranhão (de 1987 a 1990) com 80% dos votos válidos. Em 1990, foi eleito para o Senado com o apoio de Sarney.

Em 1994 e em 1998, disputou o governo do Maranhão contra Roseana Sarney, mas acabou sendo derrotado nas duas oportunidades. Voltou a aliar-se com a família Sarney em 2006, quando foi novamente eleito senador. Cafeteira deixa mulher, uma filha e netos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.