O candidato a vice-governador, Célio Moura (PT), percorreu mais de 700 km em visitas para assentados em Santa Fé, Aragominas, Palmeirante, Barra do Ouro e Araguaína, neste domingo, 20, para levar as propostas do plano de governo emergencial da coligação “A Verdadeira Mudança”, encabeçada pelo candidato a governador Carlos Amastha (PSB). A viagem chegou às margens dos rios Araguaia e Tocantins, andando por estradas de péssima qualidade para encontrar pessoalmente os moradores de lugares que muitas vezes não têm acesso à rádio e televisão para acompanhar o horário eleitoral.

Em todos os lugares haviam relatos de abandono e falta de respeito pelos governantes com a coisa pública, porém, depois de conhecerem o que Amastha fez em Palmas e o que tem pra fazer no Tocantins, como projetos de agricultura familiar e das agrovilas, o descrédito deu lugar à esperança aos pequenos agricultores da região.

Para agricultores, Amastha representa o novo

No acampamento São Jorge, em Santa Fé do Araguaia, a vereadora professora Eliete Feitosa (PT) fez a defesa da nova política para o Tocantins. “Por muito tempo vivemos no engano. A gente tem que se despertar para a política, e Carlos Amastha é o novo e está muito na frente dos outros candidatos. Qual a ligação que os outros candidatos tem com a nossa luta?”, defendeu.

Sobre o vice-governador, os líderes não tiveram dificuldades para apresentar Célio Moura devido a sua luta pelas causas dos trabalhadores. Como advogado, ajudou a criar 90% dos sindicatos e associações da região.

José Rodrigues, vulgo Nêgo do PT, conhecido por sua luta pela causa do povo na região, declarou sua intenção de voto. “Temos que apoiar aquele companheiro que tá junto com a gente. Tem uns que agora estão concorrendo ao governo, mas que apresentam e votam matérias que prejudicam os mais pobres, como nós. O Partido dos Trabalhadores é que olha para os pequenos. Enquanto todos viraram as costas pra gente quando lutávamos por esta terra, foi o partido foi o único que nos apoiou. E quando Célio Moura estiver no poder não vai virar as costas pra gente”, afirmou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.