Nesta quarta-feira, 10, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Formoso do Araguaia, desarticulou uma quadrilha interestadual de roubo de cargas de grãos que agia na região de Formoso do Araguaia. Na ação, foram presos Roberto Carlos da Silva Alves, 46 anos e Armando Oliveira dos Santos, 48 anos de idade.

A quadrilha era formada por caminhoneiros autônomos que agiam nos estados do Tocantins, Pará, Mato Grosso, Goiás e Bahia e era liderada por F.P Miranda, de 43 anos que se encontra foragido. Conforme os investigadores da Polícia Civil, F.P procurava agricultores para fazer o transporte de grãos, principalmente de arroz e, após adquirir a confiança dos produtores, trazia seus comparsas para trabalharem no local, utilizando CNHs falsas e placas clonadas nos caminhões.

Após serem contratados para fazer o frete, os indivíduos não entregavam a carga no local de destino, se apropriando da mesma. Só em Formoso do Araguaia – TO, a quadrilha gerou um prejuízo aproximado de R$ 120 mil reais, no dia 07 de abril de 2016, quando desviaram três cargas de arroz que tinham como destino a empresa Cristal Alimentos em Goiânia – GO.

Na época, Policiais Civis deslocaram-se até o Estado de Goiás, nas cidades de Goiânia, Trindade, Montes Claros e Jataí, onde constataram que os dados fornecidos pelos caminhoneiros, bem como a documentação dos veículos eram falsas, sendo que na época foram localizadas às vítimas que tiveram suas CNHs falsificadas e veículos clonados.

Em 18 de abril de 2017, Roberto Carlos foi preso em Porto Nacional, por utilização de documentos falsos e, no momento da prisão, o mesmo foi reconhecido por uma vítima na cidade, onde ele teria furtado carga de soja e de adubo. Após a foto de Roberto circular pela imprensa e nas redes sociais, vários produtores identificaram o mesmo como sendo o autor de furtos de grãos.

Roberto também foi identificado como um dos autores do furto em Formoso, onde utilizou uma CNH com o nome de Vilmar Batista de Souza. Após a prisão do indivíduo, os agentes da PC obtiveram a informação de que outro comparsa chamado Armando, estaria carregando soja do município de Lagoa da Confusão para o terminal da VLI em Porto Nacional.

Após a expedição de Mandado de Prisão, Policiais Civis conseguiram localizar o homem, no entanto, o mesmo foi identificado como Armando Oliveira dos Santos, o qual utilizava uma CNHs falsa em nome de Paulo Souza Ferreira. Tanto Armando quanto Roberto, estão presos recolhidos na carceragem da Cadeia Pública de Formoso do Araguaia à disposição do Poder Judiciário.

Após as duas prisões, a Polícia Civil realizou novas diligências no Estado de Goiás, no intuito de prender o líder do bando, porém o mesmo se encontra foragido. Por meio das investigações, Policiais Civis conseguiram identificar um grande Cerealista do Estado de Goiás, como sendo o receptador das cargas roubadas. A Polícia Civil de Formoso do Araguaia intensificou as investigações no sentido de apurar se a receptação foi dolosa ou culposa.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.