Após visita do presidente do Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev), Jacques Silva de Sousa, ao Ministério da Previdência Social, em Brasília, chega ao fim o impasse entre o GoiásPrev e o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) em relação à emissão de Certidão de Tempo de Contribuição (CTC) aos servidores remanescentes de Goiás: efetivos, estabilizados e não estáveis.

No início desta semana, o Igeprev recebeu o parecer oficial do Ministério da Previdência, que define os períodos em que a emissão das certidões ficará a cargo de cada instituição. Desde então, estão sendo tomadas providências para orientação do atendimento aos segurados.

As certidões, que aguardavam a referida regularização pelo INSS, já estão disponíveis aos servidores remanescentes de Goiás, que podem retirar o documento na sede do Igeprev, em Palmas.

Todos os beneficiários receberão orientações quanto aos procedimentos necessários no momento de seu atendimento, caso a caso. Para outras dúvidas, o Igeprev disponibiliza o contato da Central de Atendimento através do 0800-6470747, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, (ligação gratuita).

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.