“Gringo de merda! Vá pro inferno!! Matem logo essa desgraça. Dois tiros na cabeça!!” Feita por Kemel Tavares em sua página no Facebook, essa ameaça de morte contra Carlos Amastha, ex-prefeito de Palmas e candidato a governador do Estado nas eleições de 3 de junho, está sendo apurada pelo departamento jurídico do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

O PSB ressalta que esse tipo de manifestação, além de configurar crime, demonstra um claro desapego ao debate de ideias que precisa prevalecer numa campanha eleitoral que trata dos rumos que o Tocantins irá tomar a partir de 3 junho.

É, também, um flagrante atentado à democracia que precisa ser combatido não só pelas autoridades competentes, através dos meio cabíveis, mas também pelas pessoas de bem que são, felizmente, a maciça maioria da população palmense e tocantinense.

De acordo com o seu perfil na referida rede social, Kemel Tavares mora em Palmas, trabalhou na Rádio 96 FM, na empresa Músico Profissional e estudou na Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.