Durante reunião com representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) em Palmas, na manhã desta quarta-feira, dia 14, o prefeito Carlos Amastha (PSB) destacou que a transformação ocorrida na Capital nos últimos anos a credencia também como referência para sediar grandes eventos. Os membros do COB discutiram com o prefeito e secretários detalhes sobre a candidatura de Palmas para receber os Jogos Escolares Brasileiros previstos para ocorrer entre 15 e 25 de novembro deste ano.

“A gestão municipal preparou Palmas também para ser referência em grandes eventos. Isso é consequência de tudo que foi feito, como a estruturação da cidade, reformas em praças esportivas, as praias remodeladas e políticas públicas que garantiram, por exemplo, o crescimento do número de hotéis em Palmas. O que temos hoje? Uma cidade que não deve nada para nenhuma outra em termos de estrutura para grandes eventos”, afirmou Amastha.

Ao receber os representantes do COB, Amastha garantiu que Palmas está preparada para receber as cerca de 10 mil pessoas que passarão pela cidade nos 14 dias de evento. “Temos a expertise de muitos outros eventos”, afirmou. Como um dos exemplos, Amastha citou os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, em 2015, que reuniram em Palmas 1,7 mil atletas (566 de outros países) e um público estimado de 140 mil pessoas que passaram pela Vila dos Jogos. “Foi maravilhoso, uma experiência fenomenal. Era uma estrutura gigantesca, uma organização exemplar. Um evento que injetou ao comércio de Palmas cerca de R$ 20 milhões. E, nesta época, Palmas estava se estruturando. Imagine hoje, três anos depois”, comentou.

Escolas com estrutura

Outro exemplo citado por Amastha é das escolas de tempo integral. São seis grandes escolas, inclusive com piscinas semiolímpica, que têm capacidade para sediar competições e até servir de alojamento.

Além dos Jogos Indígenas, Palmas sediou ainda o IronMan 70.3, o 27º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel),

o Campeonato Nacional de Parapente e a 3ª etapa do Circuito Brasileiro Challenger de Vôlei de Praia. “São atrações de vários segmentos. É mais uma prova da capacidade da cidade por sua estrutura e condições oferecidas aos participantes dos eventos e turistas.”

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.