Integrantes da elite do MDB (Movimento Democrático Brasileiro) do Tocantins se reuniram neste sábado, 27, em Palmas para discutirem as estratégias para as eleições deste ano. Na ocasião Derval de Paiva que é o presidente regional da sigla, disse que o partido precisa conversar com os grupos que estão sendo alvos de ataques do prefeito de Palmas Carlos Amastha.

Na ocasião a elite do partido confirmou que o atual governador Marcelo Miranda (MDB) será candidato pela quarta vez ao governo do Tocantins.

Alianças

Derval disse que já conversou com vários grupos políticos do estado, falou em possíveis alianças com Ronaldo Dimas (PR), que é atual prefeito de Araguaína, com o ex-governador Siqueira Campos, senador Ataídes Oliveira (PSDB) e o deputado Mauro Carlese (PHS). O que deu a entender pelo discurso do presidente do partido é que para conseguir uma vitória para o governo do estado vale tudo, qualquer tipo de aliança para impedir outro grupo de chegar ao comando do Tocantins.

Derval teceu duras críticas a Carlos Amastha (PSB), prefeito de Palmas, e que é pré-candidato ao Palácio Araguaia e está percorrendo o Estado em pré-campanha visitando todos os municípios.

O presidente do MDB descartou qualquer tipo de aliança com o PSB, o qual é a sigla que Amastha integra.

Carreira política

Atual governado do Tocantins, Marcelo Miranda ocupa o cargo pela terceira vez. Foi eleito deputado estadual pela primeira vez em 1990, sendo reeleito em 1994 e 1998. Por duas vezes consecutivas chegou a presidir a Assembleia Legislativa do Tocantins.

Em 2002 foi eleito pela primeira vez para o cargo de Governador do Estado do Tocantins com 60% dos votos válidos e assumiu o mandato de 2003 a 2006. Foi reeleito para o seu segundo mandato à frente do Estado, mas foi casado pela justiça, e em 8 de setembro de 2009 deixou o cargo. Em 2010 foi eleito senador de Tocantins, mas não pode assumir em razão de estar impedido pela Lei da Ficha Limpa, por ter seu mandato cassado em 2009. Em 2014, Marcelo Miranda retornou ao cargo de chefe do Executivo tocantinense em uma eleição na qual obteve 51,3% dos votos validos, a frente de Sandoval Cardoso.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.