Caravana Literária da Escola Estadual de Fortaleza do Tabocão

Como forma de colocar em prática o que se aprende em sala de aula, professores e estudantes da Escola Estadual Major Juvenal, localizada em Tabocão, desenvolveu e está realizando a Caravana Literária denominada Barca da Major. Com o projeto, os estudantes levam para locais fora da escola, música, poesia e dança para mostrar a importância da literatura e auxiliar na formação do pensamento crítico e na ampliação da consciência sobre a vida, o mundo e a sociedade.

A primeira apresentação foi realizada nesta terça-feira, 22, na Escola Municipal Francisco Pinheiro de Tabocão. A coordenadora pedagógica da escola, Vanuza Santos Oliveira, explicou que essa ação faz parte da Proposta de flexibilização curricular e tem como objetivo principal valorizar os estudantes que estão se esforçando para aprender.

Dos alunos que fazem parte da Caravana Literária, três deles são autores das poesias e poemas apresentados nas atividades. São eles: Maria Eduarda Oliveira de Souza (Poesia Mulher), José Augusto Costa Ribeiro (Luta e progresso) e Pedro Arnaldo Paim Nunes Júnior (Minha última letra). Esses estudantes apresentaram seus textos em um Sarau Literário.

O estudante Pedro Arnaldo falou sobre a relevância do projeto. “Essa ação é fruto do Sarau Literário que, para mim, é um evento de suma importância, por disponibilizar de forma individual para os alunos uma chance de apresentar um trabalho que visa propagar a arte em sua essência e expressar uma parte do ser de cada um, de maneira única”, frisou.

A professora Vanusa esclareceu que foi uma ação de incentivo à leitura e à escrita. “Os educandos tiverem a oportunidade de expressarem seus pensamentos de forma livre e plena. E, com a possibilidade de expor suas ideias através da literatura, eles ganharam voz. Por meio das leituras e criação de textos, eles tiveram condições de expressar seus conhecimentos e sentimentos”, destacou.

Vanusa contou que está agendando apresentações da Caravana Literária na cidade do Rio dos Bois e na Escola Estadual Ana Amorim, de Pedro Afonso. O projeto está sendo realizado de forma interdisciplinar por todos os professores de língua portuguesa e de redação.

A Escola Estadual Major Juvenal funciona com ensino integral e, no período da noite, com ensino regular e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Atualmente, a escola conta com 319 estudantes matriculados.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.