Prefeitura de Araguaína
Prefeitura de Araguaína
Prefeitura de Araguaína

A Prefeitura de Araguaína está devendo para a Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar (Pró-Saúde) mais de R$ 6 milhões, referentes aos repasses de 2012 a 2014, para manutenção de duas unidades hospitalares no município.

De acordo com Joaquim Fonseca, o contrato entre a Pró-Saúde e a Prefeitura de Araguaína contempla a administração do Hospital Municipal e da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, do Setor Araguaína Sul.

“Mesmo com a falta de repasse por parte da Prefeitura, estamos conseguindo manter, com alguns ajustes, os pagamentos dos servidores, mas não sabemos se caso atrase o repasse desse mês de setembro referente a agosto, se conseguiremos manter a folha do mês que vem”, explicou o diretor.

Joaquim Fonseca disse que os atrasos são constantes, o que tem acumulado desde o ano de 2012, o equivalente a R$ 6,6 milhões. O diretor explicou ainda que na última segunda-feira, 1º, a Secretaria Municipal de Saúde firmou compromisso de fazer o pagamento do repasse referente ao mês de julho.

O valor contratual mensal é de R$ 2.161.800,18, sendo que neste último mês a Pró-Saúde recebeu, em 21 de agosto, o valor de R$ 1.546.893,60, que adicionados R$ 300 mil totalizam R$ 1.846.893,60, faltando ainda R$ 314.906,57 para complementação do contrato mensal.

O compromisso firmado com a Prefeitura foi de receber R$ 200 mil, porém nessa sexta-feira, 05, a Prefeitura depositou apenas R$ 100 mil. “A ausência do recurso compromete o pagamento da folha de quase 400 colaboradores e ainda, de fornecedores da UPA e HMA”, pontuou Joaquim.

 Prefeitura nega atraso

Por meio de nota, a Prefeitura de Araguaína, através da Secretaria de Saúde, informou que o repasse referente ao mês de julho foi realizado nesta sexta-feira, 05, no período da manhã e disse ainda que não houve atraso.(Rafael Rodrigues)

Comentários do Facebook