Ouviu dizer por aí que existe a cirurgia de pálpebras que promete resolver o problema dos olhos caídos? Então, conheça agora mesmo tudo sobre a blefaroplastia e quando é indicado esse procedimento.Assim, você pode tirar as suas principais dúvidas e começar a sua busca por um profissional qualificado.

O que é a Blefaroplastia

Com o passar dos anos, a pele vai perdendo parte de sua gordura e elasticidade, assim como começa a aparecer os primeiros sinais do envelhecimento.Geralmente, essa combinação é vista como algo normal, mas excessivo e que poderia ser prevenido ou demorar mais para acontecer.

A blefaroplastia surge como um procedimento renovador para os olhos, capaz de levantar o olhar.Mais especificamente, consiste em retirar o excesso de pele que surge nas pálpebras, em toda a curvatura superior dos olhos.

Essa cirurgia de pálpebras é capaz de retirar aquelas bolsas de gordura que deixam o olhar mais pesado e triste.Ao mesmo tempo, é possível utilizar a técnica para eliminar as bolsas que se formam abaixo dos olhos e muitas vezes são confundidas com olheiras.

Como funciona a cirurgia de pálpebras

Essa cirurgia de pálpebras começou a ser destaque nos últimos anos e muitas pessoas ainda mal sabem dessa possibilidade.De qualquer forma, a blefaroplastia se tornou rapidamente um procedimento comum em milhares de clínicas.

Uma das principais vantagens em recorrer a esse procedimento estético se refere a baixa complexidade, o que o tornou mais eficaz e de baixo risco.Ou seja, você vai conseguir notar logo após a recuperação um rosto mais jovial e agradável apenas com essa retirada de pele excessiva.

Diferentemente de outras cirurgias plásticas a cirurgia de pálpebras é realizada apenas com a anestesia local de curta duração.Do mesmo modo, não é necessário um longo período de internação e quando o procedimento é realizado pela manhã, a tarde o paciente já pode ser liberado.

Todo o tempo de procedimento dura em torno de no máximo 90 minutos e tudo começa com o traço de onde será feito o corte.Logo em seguida, o médico responsável faz o corte, cauterização local e os pontos necessários.

Em alguns casos, pode ser necessário um reposicionamento da musculatura dos olhos, já que você pode ter uma grande perda de massa no decorrer dos anos.

Por que fazer a cirurgia de pálpebras

Assim como outros procedimentos estéticos, como o lifting facial, é comum que a cirurgia de pálpebras ocorra por uma questão estética.Entretanto, vale ressaltar que há muito mais por trás disso.

Afinal, existem milhares de casos onde esse excesso de pele pode prejudicar a visão, como se fosse uma cortina sob os olhos.Além de prejudicar a rotina, isso reduz a sua qualidade de vida, já que afeta o campo de visão.

Por isso, o procedimento também pode ser considerado como um tratamento estético voltado para a saúde e bem-estar do paciente.Segundo diversos profissionais do ramo, a cirurgia de pálpebras é indicada quando você realmente tem uma perda significativa da visão ou quando essa pele o incomoda.

Em outras palavras, após a análise do seu quadro, a cirurgia pode ser realizada em qualquer paciente.É importante dizer que esse procedimento é exclusivo para bolsas acima ou abaixo dos olhos, retirando os excessos e evitando aspecto caído ao olho, o que confere um ar mais jovem.

Entretanto, a cirurgia de pálpebras não provoca nenhuma alteração na sobrancelha, como algumas pessoas imaginam.Se esse for o seu objetivo, o melhor a se fazer é procurar um profissional de lifting facial.

Cuidados referentes a cirurgia

Sendo uma cirurgia bastante simples, é de se imaginar que os cuidados também são menores, o que não é totalmente verdade.Todo o cuidado é pouco quando o assunto é pós-operatório, para garantir a recuperação total e nenhuma complicação.

Antes de realizar a cirurgia, os principais cuidados são?

  • Não consumir cigarros por pelo menos trinta dias;
  • Realizar os exames solicitados;
  • Não ingerir medicamentos anticoagulantes;
  • Jejum de oito horas antes da cirurgia.

Já quando o assunto é o pós-cirúrgico, os principais cuidados são:

  • Repouso de uma semana ou até retirada dos pontos;
  • Evitar a exposição solar por 90 dias;
  • Utilizar óculos escuros sempre que estiver ao ar livre ou mesmo dentro de casa;
  • Evitar o uso de lentes de contato nos dez primeiros dias;
  • Dormir preferencialmente de barriga para cima;
  • Evitar o cigarro e medicamentos que atrasam a cicatrização;
  • Fazer a limpeza com água, sabonetes e soro fisiológico.

Pode ser que fiquem algumas cicatrizes quase imperceptíveis próximas aos cílios, mas que vão sumindo com o passar das semanas.

Riscos da blefaroplastia

Como você já deve ter ouvido por aí, toda cirurgia envolve algum tipo de risco e com a cirurgia de pálpebras não seria diferente.Os ricos relacionados a prática são comuns quando realizados por profissionais não qualificados ou em ambientes insalubres.

Sendo assim, é essencial procurar por um médico e local que realmente possa fazer a prática.Frequentemente, os riscos envolvendo uma prática errada incluem sangramentos, infecções, assimetria e má cicatrização.

Uma pequena porcentagem desses casos pode levar a complicações mais graves.Mas é preciso ter calma, realizar a blefaroplastia em boa clínica e com profissional capitado praticamente eliminam qualquer tipo de problema.

Além do mais, é possível realizar a cirurgia de pálpebras juntamente com outros procedimentos estéticos, como o lifting facial e rinoplastia.Com isso, você consegue resolver mais de uma questão estética de uma só vez, o que significa tempo de recuperação em conjunto e rejuvenescimento total da pele.

Detalhe: todo e qualquer procedimento estético deve ser realizado após uma série de exames capazes de identificar qualquer problemática, possível recuperação e condição de saúde.

Caso você tenha qualquer tipo de doença, como diabetes, converse com o seu clínico antes de seguir para um profissional estético.

Conclusão

Para finalizar, a blefaroplastia é uma técnica estética voltada para a retirada de bolsas que se formam em volta dos olhos, levantando o olhar e rejuvenescendo o rosto.

Agora que você já sabe tudo o que precisa sobre essa cirurgia de pálpebra e sabe até que pode fazer o lifting facial junto, não perca tempo e procure a sua clínica ideal.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.