As últimas análises do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), indicam que a Região Norte concentra o litro mais caro da gasolina, etanol e diesel em todo o Brasil. Com exceção do etanol, os preços recuaram nas bombas, tendo a baixa mais expressiva para o litro da gasolina de 1,06%, comercializada a R$ 4,592, seguida do aumento do diesel comum e S-10 e etanol, com altas de 0,05%, cada.

“Quando analisamos a variação de preços no Norte, identificamos que o etanol teve uma alta de 0,05% na região, passando de R$ 3,932, da média de março, para R$ 3,934 na primeira quinzena de abril. Já outros tipos de combustíveis recuaram, mas ainda assim os postos da região lideram com as maiores médias de todo o território nacional. A título de exemplo, o etanol é 16% mais barato no Centro-Oeste, quando comparada à média da Região Norte”, aponta o Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

No recorte por Estado, o Amapá lidera com o maior valor do diesel comum, vendido a R$ 4,85, e o Acre o preço médio mais caro do tipo S-10, com o litro a R$ 4,39. Os postos acreanos também lideram o ranking da gasolina mais cara, comercializada a R$ 4,76, e Roraima o maior preço médio do etanol, com o litro a R$ 4,40.

Gasolina é opção mais vantajosa para motoristas brasileiros

No contexto nacional, o cenário da primeira quinzena de abril foi de baixa para o preço da gasolina, que fechou na média de R$ 4,484, com queda de 3%, em relação ao fechamento de março, quando o litro foi vendido a R$ 4,623. A região Sul é a que concentra o litro mais barato da gasolina, na média de por R$ 4,227.

O levantamento aponta também que, na comparação das variações, a gasolina é 7% mais barata no Sul do que no Sudeste, que registrou a média R$ 4,558 no preço da gasolina.

Já o etanol se destaca como o combustível com maior baixa no período nas bombas, com recuo de 5,16% e fechando a primeira quinzena a R$ 3,527, ante a média de R$ 3,719 de março. A Região Centro-Oeste se destaca com a menor média para o litro do etanol, comercializado a R$ 3,300, ante os R$ 3,934 dos postos da Região Norte. O estudo revelou ainda que ainda que o GNV (gás natural veicular) é 3% mais barato no Sudeste do que no Nordeste, com médias de R$ 3,295 e R$ 3,404, respectivamente.

Ainda de acordo com as análises do IPTL em todas as regiões, a gasolina manteve a margem de vantagem acima dos 70% do preço médio do etanol, sendo uma opção mais econômica para os motoristas.

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo.

 

Comentários do Facebook