A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Aragominas, concluiu, nesta quarta-feira (21), as investigações referentes ao homicídio praticado na madrugada do dia 12 de novembro, no Assentamento Baviera, localizado no município de Aragominas e que vitimou Pedro Pereira da Silva, de 53 anos.

De acordo com o delegado Luís Gonzaga da Silva Neto, as investigações apontaram que o crime foi praticado por Carlos Henrique Evangelista Vilas Boas, de 20 anos, e um adolescente infrator, de 16 anos e foi motivado por um boato espalhado na cidade em relação à vítima.

Os referidos autores mataram Pedro com golpes de faca, sendo que Carlos Henrique confessou que degolou a vítima com um corte profundo no pescoço, aproveitando-se do estado embriaguez da mesma. O adolescente comparsa, por sua vez, confessou que participou do crime e que desferiu dois golpes de faca nas costelas da vítima.

Desse modo, o delegado Luís Gonzaga da Silva Neto concluiu o inquérito e indiciou Carlos pelo crime de homicídio duplamente qualificado, cuja pena pode chegar a mais de 20 anos de prisão. Já o adolescente foi indiciado por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.

Carlos Henrique encontra-se preso na Casa de Prisão Provisória de Araguaína e o adolescente foi recolhido no Centro de Internação para Menores, em Santa Fé do Araguaia – TO. Ambos permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Comentários do Facebook