Mutirão Cabeça e Pescoço – HGP

O Hospital Geral de Palmas (HGP)  realizou neste sábado, 19, um  mutirão de cirurgia oncológicas, de cabeça e pescoço, que beneficiou cinco pacientes que aguardam na lista de espera por procedimentos eletivos. A iniciativa  faz parte  da estratégia do Opera Tocantins, criada pela Lei Nº 3.369/18, a qual busca dá agilidade na realização das cirurgias eletivas em todo o Estado.

Segundo a médica do serviço de  Cabeça e Pescoço do HGP, Rayla Souza os procedimentos foram realizados na região de face para tratamento cirúrgico de câncer de pele. “Neste tipo de cirurgia, é necessário o acompanhamento ambulatorial no processo de evolução dos enxertos e retalhos realizados para a reconstrução após a retirada do câncer. O paciente retorna a suas atividades de rotina em 15 a 30 dias.Com a realização dos enxertos e retalhos o paciente possui um ótimo aspecto estético  podendo retornar as suas atividades diárias normalmente”, explicou.

“Nós contamos com  diversos profissionais qualificados na assistência ao paciente. Estamos trabalhando para mais pacientes sejam beneficiados e que possam realizar os procedimentos eletivos em  curto espaço de tempo e buscar  a melhoria da qualidade da assistência ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS)”, destacou  o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo.

A Francisca Rocha acompanhou o pai de 76 anos, que realizou o procedimento no mutirão. “A ainda bem que houve este  mutirão. Graças a Deus deu tudo  certo. Iniciativa como esta é uma  forma de agilizar as cirurgias”, declarou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.