Na madrugada deste domingo, 20, Alexandro Nascimento Dutra, 41 anos, morreu após cair da ponte na divisa entre Tocantins e Maranhão, em Aguiarnópolis, no norte do Tocantins.

Testemunhas contaram à Polícia Militar que o homem estava viajando em uma bicicleta bem equipada e teria parado em um bar próximo da ponte para pernoitar.

Por volta das 5h aconteceu uma confusão e foram ouvidos disparos de arma de fogo. Logo em seguida, dois homens fugiram correndo do local.

Alexandro Nascimento teria sofrido um ferimento na mão e corrido até um posto fiscal da polícia para pedir ajuda. Ainda de acordo com a PM, antes da ambulância chegar ele saiu em direção à ponte e caiu.

O ciclista acabou atingindo grandes pedras que ficam embaixo da ponte e morreu no local. A Polícia Militar informou que não ficou claro se a vítima foi empurrada ou apenas se desequilibrou.

A perícia foi chamada e verificou que, além dos ferimentos causados pela queda, Alexandro Nascimento estava com um corte na mão provavelmente causado por uma faca.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caso será investigado pela delegacia de Aguiarnópolis e o laudo da perícia é que vai apontar o que aconteceu. O corpo de Alexandro foi levado para o IML de Tocantinópolis. Ele era natural de Pedro Canário, no Espírito Santo.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.