Com o objetivo de buscar parcerias para o desenvolvimento e a difusão do turismo no Estado do Tocantins, comitiva encabeçada pelo governador Mauro Carlesse e o presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, esteve em Brasília nesta quarta, 23, para participar de uma série de encontros no Ministério do Turismo (MTur), no Senado Federal, e ainda com empresários.

No gabinete da senadora Kátia Abreu, a reunião tratou da apresentação do Plano Anual do Turismo, encabeçado pela senadora, e também de solicitação de apoio, por meio de liberação de emenda parlamentar ao projeto de criação da Polícia Turística, que será integrada por policiais militares equipados com veículos com tração integral para atuarem no Jalapão, Cantão e outras regiões turísticas do Estado. “A senadora se comprometeu em fazer o repasse dessas emendas, para que sejam viabilizados esses veículos e outros equipamentos necessários à operação da polícia a partir do ano que vem”, pontua Tom Lyra.

Na sede do Ministério do Turismo (MTur), os gestores tocantinense foram recebidos pelo ministro Marcelo Álvaro Antônio e o chefe de gabinete Hercy Aires Filho, e a pavimentação do Jalapão foi um dos temas em debate. Ainda no MTur ocorreu  encontro com o secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, o fundador da CVC, maior empresa de turismo da América Latina, Guilherme Paulus, entre outros.

Tom Lyra apresentou os dados estatísticos do crescimento do turismo no Tocantins e enfatizou a importância das operadoras na atração de visitantes ao Estado, enquanto o governador Mauro Carlesse convidou o representante da CVC para conhecer o Jalapão. “O Governador, ao convidar o empresário Guilherme Paulus para conhecer o Tocantins demonstra sua preocupação no sentido de implementar e fortalecer o fluxo de turistas e com isso gerar oportunidades de emprego e renda, que é o objetivo final do nosso trabalho”, explica Tom Lyra.

Intercâmbios

O presidente da Adetuc aproveitou o encontro para reforçar junto ao secretário Rodrigo Novaes a proposta de intercâmbio entre os estados do Tocantins e Pernambuco, discutida no mês de julho, durante voo inaugural da empresa Azul ligando os dois estados sem escalas.

Da mesma forma, os presidentes das pastas turísticas do Tocantins e de Goiás se comprometeram a conhecer os atrativos de cada estado, visando a prospecção de novos negócios e a divulgação turística. “Somos estados vizinhos e temos muitas possibilidades de aproveitamento”, disse Tom Lyra, lembrando que já há projetos individuais de operadores de turismo envolvendo visitação ao Jalapão e à Chapada dos Veadeiros, bem como de vivências em comunidades quilombolas localizadas na divisa entre os dois estados.

Aviação

A viabilidade de instalação de rotas aéreas pela empresa TWO Flex no Tocantins foi tema de encontro com o presidente da empresa, Rui Aquino. A TWO opera com aviões de pequeno porte, com até nove passageiros, tipo Caravan, e atua em estados como Rio Grande do Sul, Ceará, São Paulo e Mato Grosso, onde mantém parceria com a Gol e a Latam, abastecendo os grandes aeroportos com passageiros do interior através de voos sub-regionais. O encontro contou com a participação dos prefeitos de Araguaína, Ronaldo Dimas, e Gurupi, Laurez Moreira, que seriam duas das cidades beneficiadas pela parceria, além de São Félix, no Jalapão.

Os deputados federais Tiago Dimas e Carlos Gaguim, o secretário da Fazenda do Tocantins, Sandro Henrique Armando, o diretor da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), Eduardo Bernardo, a representante do Ministério do Turismo, Thais Amaral, o diretor de Relações Institucionais da Associação Brasileira das Empresas Áereas (Abear), Airton Pereira, e os diretores da Esaero, empresa que administra o aeroporto de Araguaína, Antônio Mesquita e Liz Martins também participaram do encontro.

Segundo Rui Aquino, a operação seria possível com a redução do Imposto sobre Circulação em Mercadorias e Serviço (ICMS) do combustível para aviação, medida que já beneficia empresas aéreas de grande porte, medida que será avaliada pelo Governador. Também seriam necessários ajustes técnicos e administrativos nos aeroportos.

Caso a parceria se concretize, outros municípios seriam atendidos em um segundo momento, como Araguatins e Dianópolis, no Tocantins, além de Balsas (MA) e Redenção (PA).

“A operação de voos regionais será um grande avanço para o Estado, pois promoverá aumento significativo das operações comerciais e turísticas nas cidades a serem atendidas, assim como seu entorno”, comemorou Tom Lyra.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.