O distrito de Taquaruçu foi o escolhido para encerrar a primeira temporada da Sexta Cultural, projeto do Instituto Cidadania Amazônia, com apoio do Governo do Tocantins, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), viabilizado por emenda parlamentar da deputada Claudia Lélis.

No palco montado na Praça Joaquim Maracaípe, Chiquinho Chocolate, Lucimar, Veridiana Barreto, Mara Rita e Matheus Mancine agradaram o público com um repertório diversificado de canções autorais e sucessos nacionais. Mara Rita, que optou por um repertório que marcou seus 40 anos de carreira, reiterou sua alegria em se apresentar no distrito. “É uma honra muito grande fazer parte da Sexta Cultural, e ainda mais em Taquaruçu, gosto muito de cantar aqui”, comemorou.
Para completar a noite, crianças e adultos se divertiram com as palhaçadas e malabarismos da Trupe Açu. A noite também agradou público e comerciantes. Moradores de Taquaralto, Alice Alves de Alencar e João Batista Borges contaram que possuem chácara em Taquaruçu e fizeram questão de prestigiar os shows. “Adoramos, todos os shows foram ótimos”, frisou Alice.
Dona de um food truco, Larissa Lima Ribeiro, de Palmas, serviu panquecas e cachorro quente ao público. ” Sempre venho para Taquaruçu durante eventos, temos um bom retorno”, explicou. Já o empresário Vítor Hugo, que compareceu com sua Kombi equipada para servir chopp, enfatizou que participar de todas as edições da Sexta Cultural atraiu mais clientes para seu negócio. “Nosso objetivo é atender eventos, com esse projeto nosso trabalho ficou mais conhecido e, por outro lado, ajudamos a mobilizar o nosso público para comparecer”, ressaltou.
“Estamos fechando a Sexta Cultural com chave de ouro”, comemorou o presidente da Adetuc, Tom Lyra, ao elogiar a concepção do projeto, aprovado pelo governador Mauro Carlesse desde sua primeira edição em agosto, e a disposição da deputada Claudia Lélis em apoiar projetos culturais.
Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.