encerramento do cursoO Programa Travessia Bico, que é um conjunto de ações que visa atender quatro mil produtores rurais dos 25 municípios que compõem a região do Bico do Papagaio, oferecendo oportunidades de desenvolvimento econômico e social através do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (SENAR), encerra nesta quarta-feira, 16, no Instituto Federal (IFTO), Campus de Araguatins, a capacitação com os 26 técnicos, que agora já estão preparados para levar conhecimentos gerencial e tecnológico aos produtores rurais desta região.

A senadora Kátia Abreu, presidente do Sistema CNA / FAET / SENAR, que lançou o Travessia Bico no mês de junho deste ano, explica que o programa é mais uma ação para retirar, definitivamente, os municípios que compõem o Bico do Papagaio do programa do Governo Federal Territórios da Cidadania, contribuindo na melhoria da qualidade de vida dos produtores e seus familiares, com assistência técnica nas atividades praticadas ou implantação de novos negócios na propriedade”, destacou Kátia Abreu.

O curso abordou temas como Gerenciamento de Propriedade, Implantação de Novas Tecnologias, Metodologia e Software. O software é uma ferramenta que possibilita o consultor, a partir de dados (gerenciamento de rebanho, tamanho e uso da terra, benfeitorias, dentre outros) planejar e gerenciar as atividades realizadas na propriedade.

Segundo o Técnico em Agropecuária, Cristiano Veloso Melo, é grande a importância socioeconômica que o programa proporcionará aos produtores rurais e a sociedade: “o programa vai oferecer melhoria de renda e de vida aos produtores rurais, inclusive aos técnicos que poderão ser inseridos no mercado de trabalho com mais facilidade”, afirma.

A capacitação destes técnicos proporcionará, também, consultoria para planejar e tomar decisões que ofereçam melhor gestão e produtividade das atividades exercidas na propriedade, a exemplo das cadeias produtivas de apicultura, fruticultura, piscicultura e pecuária de leite, cadeias que já estão em crescimento na região, proporcionando lucratividade, produção, produtividade e qualidade de vida aos produtores e suas famílias.

Comentários do Facebook