Trator foi usado para tirar o caminhão do localEntre as vítimas, duas crianças, de 8 e 13 anos e Valdir Krahô, de 35 anos.

 Um acidente entre os municípios de Barra do Ouro e Itacajá, nordeste do estado, por volta das 21h, desta segunda-feira (14), matou três índios e deixou 60 feridos. Cerca de 75 indígenas eram transportados em um caminhão da Aldeia Nova, que fica em Goiatins, com destino à Itacajá. Eles iriam participar da 9ª Feira Krahô de Sementes Tradicionais.

O motorista perdeu o controle do veículo e tombou na BR-010, onde cerca de 70 Km não são pavimentados. A maior parte das pessoas foi arremessada para fora da pista. Entre as vítimas, duas crianças, de 8 e 13 anos e Valdir Krahô, de 35 anos. Ana Catôco Krahô perdeu o marido e a filha no acidente. Ela conseguiu salvar apenas a outra filha, Isabela, de 8 meses.

 “Estava correndo demais, quando eu dei fé o caminhão já estava virando, aí nós gritamos. Quando caí não vi nada. Quando dei fé minha criança chorando, eu só a segurei”, conta Ana.

 O cacique da Aldeia Nova, Aroldo Krahô, contou que o caminhão foi cedido pela prefeitura de Itacajá e, de acordo com ele, o motorista dirigia em alta velocidade e, após o acidente, fugiu do local. A suspeita é de que o motorista estava alcoolizado. Os pneus traseiros também estavam carecas. O motorista saiu do caminhão e ninguém sabe se foi para a cidade.

 As vítimas foram socorridas com a ajuda de carros particulares e ambulâncias de cidades vizinhas. Cerca de 40 indígenas foram levados para o Hospital de Referência de Araguaína e nenhum deles corre risco de morte. Outras 20 pessoas foram atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do setor Araguaína Sul. Quase a metade dos atendidos eram crianças entre dois e 12 anos. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Araguaína.

Comentários do Facebook