O deputado Wanderlei Barbosa (SD) está sensibilizado com a situação dos professores de Palmas, tendo em vista o corte de ponto feito pelo prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), que compromete a subsistência da categoria.

Na sessão da manhã desta quarta-feira, 27, o parlamentar lamentou profundamente a postura autoritária e insensível do gestor da Capital em relação aos profissionais da educação e manifestou apoio à campanha promovida por eles, “Servidor sem Salário TEM FOME”.

Um banner pedindo alimentos para os professores circula nas redes sociais e nele, também há a justificativa da campanha e os locais onde as pessoas podem doar.

Wanderlei reconhece que alguns professores por ganharem menos ficaram com renda insuficiente e impossibilitados de comprarem até mesmo os alimentos para as suas famílias.

Em apoio à mobilização, a Assembleia Legislativa também disponibilizou um espaço para arrecadação. Os alimentos não perecíveis (arroz, feijão, macarrão, farinha, fubá, sal, açúcar, leite em pó), além de itens de higiene pessoal, podem ser entregues de segunda-feira a sexta-feira na sala da Asleto.

Comentários do Facebook