Semana do ciclista será marcada por cobranças na segurança do trânsito em Palmas

Na manhã desta terça, 18, em Palmas, forças de segurança e trânsito se reuniram na sede do 1º Batalhão da Polícia Militar com representantes de grupos de ciclismo da capital, com a finalidade de colher sugestões para melhoria da segurança no trânsito da cidade, bem como de programar ações em conjunto de educação voltadas a ciclistas e motoristas. Este é o segundo encontro do grupo de trabalho formado por diferentes forças e sociedade civil.

O tenente-coronel João Leyde de Souza, anfitrião do encontro, abriu a reunião, pontuando que a ideia da realização do fórum de discussão é a de levar uma proposta de melhoria na segurança no trânsito da capital aos conselhos municipal e estadual de trânsito, bem como encaminhar ações práticas com os órgãos participantes para resolver problemas mais imediatos que os ciclistas têm enfrentado nas atividades de lazer e transporte dentro da cidade. Ele adiantou ainda que durante esta semana estão sendo realizadas ações preventivas e repressivas com motoristas e ciclistas e que a ideia é expandir as ações, com a participação dos ciclistas, além de torná-las mais rotineiras.

Números

Izadora Lopes, representante da Secretaria Municipal de Saúde e uma das responsáveis pelo programa vida no trânsito (PVT) em Palmas, explicou como funciona o Programa, que tem por objetivo prevenir acidentes de trânsito e foi inicialmente implantado em cinco capitais brasileiras, dentre elas, Palmas. Na apresentação de um comparativo de acidentes fatais entre os anos de 2018, 2019 e 2020, o número de mortes dentro da zona urbana de Palmas caiu de 26 em 2018, para 24 em 2019 e nesse ano de 2020 foram registradas 11 mortes em decorrência de acidentes de trânsito na zona urbana de Palmas. “Os números, mesmo que decrescentes, preocupam e nos fazem ligar um alerta para as medidas de prevenção”, pontuou Izadora.

Ciclistas

Diversos grupos de ciclistas foram convidados para participar do encontro, dentre os presentes estavam representados os grupos “Águias Bikers”, “Bike Anjo”, “Pedais e trilhas”, “Pitbull Team”, “Farma e amigos” e “Brutus Bikers”.

Segundo um dos representantes do grupo Pedais e trilhas, Júnior Parriul, a cidade de Palmas não é muito receptiva à prática do ciclismo e a iniciativa de reunir todos os órgãos de trânsito e segurança para discutir com os ciclistas as melhorias da segurança dos mesmos é inédita, solicitando uma melhor conservação e sinalização das ciclovias já existentes, que são ainda em quantidade insuficiente para uma boa locomoção dos ciclistas pela cidade.

Para Reinaldo Consoni, um dos representantes do grupo “Bike Anjo”, as ações de prevenção precisam acontecer durante todo ano, não somente durante a semana do ciclista> Ele destacou que o ciclismo está em alta e precisa ser visto como uma prática esportiva, além de transporte sustentável que ajuda a cidade a se movimentar e a população a sair do sedentarismo.

Blitz Educativa Conjunta

Como um dos encaminhamentos do grupo, foram escolhidos alguns pontos da cidade onde acontecerão blitzes educativas em parceria com os grupos de ciclistas, com a finalidade de orientar, principalmente novos ciclistas, sobre o uso de equipamentos de segurança e procedimentos preventivos que devem ser adotados para prevenção de acidentes.

Órgãos participantes

Participaram da reunião representantes do 1º e 6º Batalhão de Polícia Militar, Batalhão Rodoviário e de Divisas da Polícia Militar (BPMRED), Superintendência de Trânsito de Palmas, Guarda Metropolitana de Palmas, Agência de Trânsito do Detran e Secretaria Municipal de Saúde.

Comentários do Facebook