O defensor público Sandro Ferreira, coordenador do NUAmac Araguaína – Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas, prestigiou a inauguração da nova sede do Procuradoria da República no Município em Araguaína, na última sexta-feira, 25. O evento contou com a participação de autoridades judiciárias e políticas do Tocantins, além de empresários, representantes de unidades do Sistema S, representantes de institutos de ensino superior e representantes de órgãos públicos de Araguaína, do Governo do Tocantins e do Governo Federal.

O novo endereço está localizado na Avenida Neief Murad, Quadra 01, Lote 01-B, Setor Jardim Goiás. Conforme a assessoria de comunicação do MPF – Ministério Público Federal em Araguaína, foram investidos cerca de R$ 6,5 milhões para construção da nova sede, em uma área de 3.000 metros quadrados. São 1.678,47 metros quadrados de área construída, distribuída em três pisos. Os membros e servidores da unidade contam agora com 32 salas para usos administrativos e apoios judiciários diversos, biblioteca, auditório, duas salas de atendimento ao cidadão e quatro gabinetes de procurador, que atende não só as necessidades atuais de trabalho da PRM Araguaína, como tem possibilidade para suportar até o dobro da capacidade atual.

Histórico

A PRM Araguaína foi criada em 29 de março de 2012, com intuito de atender a região norte do Estado do Tocantins, aproximando a instituição do cidadão e acompanhando a expansão e interiorização da Justiça Federal de 1º Grau no Brasil.

Durante pouco mais de um ano, a unidade funcionou na sede da Procuradoria da República no Tocantins, em Palmas. Em 18 de julho de 2013 foi inaugurada a sede provisória em Araguaína. Agora, passados pouco mais de quatro anos, o MPF inaugura a sede definitiva.

 

Comentários do Facebook