Tarcísio Alves de Sousa ministrou aulas no Curso Restauração Automotiva no Barra da Grota para ensinar Estética Automotiva Básica e Polimento Técnico - Ascom Seciju/Governo do Tocantins

Com foco na capacitação e no aprendizado às pessoas em situação privativa de liberdade, servidores do Sistema Penal se uniram em prol de ensinar técnicas aos custodiados da Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína. A intenção surgiu a partir da abertura do curso de Restauração Automotiva que teve início no dia 13 do mês de julho.

A gerente de Reintegração Social, Trabalho e Renda ao Preso e ao Egresso da Seciju, Renata Duarte, fala o quão é importante para a execução da pena que os servidores se disponham a dividir esses conhecimentos. “Somos muito gratos aos nossos policiais penais e também aos prestadores de serviço que dividem seus talentos e conhecimentos alinhadas às ações da nossa gerência. Esse tipo de atitude transforma o período de encarceramento”, afirma.

O policial penal lotado na Unidade de Dianópolis, Tarcísio Alves de Sousa, se voluntariou para ministrar aulas no Curso Restauração Automotiva no Barra da Grota sobre Estética Automotiva Básica e Polimento Técnico. “Sou formado em estética automotiva pelo Instituto ITP de São Paulo e em Polimento Avançado pela Universidade do Carro e foi muito bom poder multiplicar conhecimento, foi uma oportunidade de contribuir efetivamente com o processo de ressocialização dos custodiados. Todos os alunos se mostraram muito interessados em aprender, esforçaram-se e colaboraram para que todo o conteúdo proposto fosse de fato ministrado, foi um momento excelente, de engrandecimento pessoal e profissional. Espero contribuir outras vezes”, vislumbra.

Já o chefe de da Unidade, Paulo Freitas, que tem a expertise de gestão e administração de negócios e já foi empresário no setor de materiais de construção, irá ensinar sobre empreendedorismo, gestão e finanças. “É importante que eles saibam gerir o dinheiro que eles vão ganhar quando retornarem para o mercado de trabalho, para que os negócios em qual empreenderem possam se manter e prosperar”, afirma.

Paulo disse também que a psicóloga da unidade, a agente analista em execução penal Gezza Guerreira, irá ministrar aulas de inteligência emocional. “É uma matéria muito importante. A servidora percebeu eu poderia ajudar e quis colaborar. Faço votos que esse bom exemplo seja sempre imitado por todos os servidores que tenham como colaborar”, explicou.

O custodiado H.P.M.R, agradeceu e falou sobre as aulas. “Quero agradecer a toda a gestão por esse aprendizado. Os servidores são muito capacitados. Tivemos uma aula de cristalização de veículo e polimento. Todos nós gostamos e aproveitamos bastante. Estamos empenhados e futuramente poderemos montar nosso próprio negócio”, finaliza.

Comentários do Facebook