Desde março o mundo vem enfrentando muita dificuldade ocasionado pela crise sanitária e econômica que o COVID-19 trouxe. Muitas famílias foram afetadas com o alto índice de desemprego e a desestabilidade na saúde.

Há nove anos atrás, Fabiano Castro sócio e diretor da Minds Idiomas iniciava o Projeto Social A Liga do Bem. O que começou de forma bem simples não se imaginava que tomaria proporções tão grandes dentro da comunidade em Belém do Pará.

De lá pra cá já foram feitas muitas atividades foram oferecidas para a população como cursos de musicais, profissionalizantes e as bolsas de inglês na Minds Idiomas. Além é claro das cestas básicas que no início atendiam 50 famílias, agora são 500.

“Estamos muito felizes por que desde abril doamos 120 toneladas de alimentos, ou seja 5 mil cestas básicas distribuídas nestes quatro meses, estendendo ainda mais nosso projeto”, diz Fabiano Castro, idealizador do projeto e sócio- diretor da Minds Idiomas.

Como aluna e pertencente ao projeto a Miss Pará Earth, Cássia Adriane, participou das doações também. Ela que de origem humilde foi inserida no projeto para receber a bolsa de estudo. “Só tenho a agradecer, e como forma de retribuir eu vou ajudar as pessoas da minha comunidade. A Minds me incentivou a nunca desistir dos meus sonhos e, agora eu tento passar a esperança a todos que estão no projeto, de que dias melhores virão”, diz Cássia

Sobre a Minds Idiomas

Com 12 anos de existência o segredo da rede de idiomas Minds é a tecnologia. Com 70 escolas em todo país, a Minds foi à primeira rede a implantar o ensino do inglês em tablets mantendo os livros físicos. Com especialistas em captação de conteúdo, a CEO, Leiza Oliveira, tem a consciência que a forma de aprendizado de cada criança e adulto é individual. Personalização e inovação são as palavras que movem franqueados e alunos da rede. O tempo de duração do curso da Minds é de 18 meses e há outras modalidades de ensino personalizadas.

Comentários do Facebook