Seguindo a determinação do governador Mauro Carlesse, as equipes do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins) continuam com a entrega de cestas básicas para comunidades assentadas do Estado. Neste final de semana, 18 e 19, foram beneficiadas 413 famílias de quilombos nos municípios de Santa Fé do Araguaia e Muricilândia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante o sábado, 18, e domingo, 19, também foram atendidos outros 12 assentamentos nos municípios de Arapoema, Bernardo Sayão e Pau D’arco, completando 1.392 famílias durante os dois dias.

A entrega dos alimentos é uma parceria da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e do Ruraltins. A equipe  é composta por cerca de 18 servidores em 21 veículos entre carros, caminhonetes e um caminhão.

Todos os servidores que participam da missão são orientados a entregar as cestas de casa em casa, a fim de evitar aglomerações e que idosos e pessoas em situação de risco sejam expostos à contaminação.

Para o presidente do Ruraltins e secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Thiago Dourado, esse é um importante trabalho de assistência social promovido pelo Governo do Tocantins.

“O Governo está atendendo estas comunidades por meio de um trabalho da Setas, em parceria com o Fundo de Combate à Erradicação da Pobreza, para minimizar os impactos da pandemia, e tanto o Ruraltins, quanto a Secretaria da Educação, a própria Secretaria de Trabalho e as gestões municipais, estão na logística de entrega de alimentos e kits de higiene às comunidades mais impactadas. E, coube ao Ruraltins atender as comunidades que estão no ambiente rural, que são os assentados, acampados, torrõezeiros e as comunidades quilombolas. O Ruraltins está sendo um dos braços logísticos para este trabalho de assistência social do Governo do Tocantins”, comentou.

Histórias

A dona Maria Aparecida é professora no quilombo Cocalino, a 7 km de Santa Fé do Araguaia. Ela conta que está com o marido doente, e que acaba sobrando pouco dinheiro para todas as despesas.

“Uma cesta básica como essa é a mesma coisa que chegar um ouro na casa da gente, fico muito agradecida! Ontem mesmo estava pensando no que vai sobrar do resto do dinheiro que tenho! Hoje a gente tem que escolher o que pôr na mesa e o que pode comprar! Essa cesta me ajudou muito, fico muito agradecida”, afirma Maria.

A professora conta que mora no quilombo há 22 anos, com seu esposo e filhos, que trabalham na roça. “Meu esposo precisa de vários remédios que temos que comprar todo mês. São muitos remédios, a gente gasta muito com isso. Mas graças a Deus as pessoas sempre ajudam! O Governo tem ajudado bastante com essas cestas, estou emocionada! Sou muito grata a Deus que está fazendo muitas maravilhas na minha vida”, relatou.

O senhor Anastácio Ribeiro também mora no quilombo Cocalino e fez questão de agradecer ao governador Mauro Carlesse. “Essa cesta chegou na hora, a vida está difícil! Moro aqui tem mais de 30 anos, e sozinho. As coisas não estão muito boas, mas graças a Deus não estou doente. Sou aposentado, mas às vezes alguns serviços por ai”, conta Anastácio.

Outra beneficiada foi a senhora Lucelina Gomes, conhecida como Dona Juscelina, de 90 anos, que é neta de escravos e moradora do quilombo Dona Juscelina, no município de Muricilândia. ” Em 1950 assumi a missão dada por meu tio Claro de liderar esse povo e vou fazer isso enquanto tiver fôlego. E em dias como esse, fico muito feliz em saber que ainda tem alguém que olha por nós”, diz.

Municípios beneficiados 

As cestas básicas ainda serão entregues em Aragominas, Araguaína, Araguanã, Babaçulândia, Carmolândia, Filadélfia, Nova Olinda, Piraquê e Wanderlândia.

Balanço

Iniciada na última quarta-feira, 16, a missão do Governo do Estado, já entregou cestas básicas a mais de 3,1 mil famílias em 43 assentamentos Arapoema, Bandeirantes do Tocantins, Barra do Ouro, Bernardo Sayão, Brasilândia, Colinas do Tocantins, Goiatins, Juarina, Muricilândia, Palmeirante, Pau D’arco, e Santa Fé do Araguaia.

Ação

Iniciada há mais de 70 dias, a ação prossegue até contemplar todas as famílias de tiveram sua renda comprometida pela pandemia. Além do Ruraltins, que atende a zona rural, o Governo do Tocantins realiza também a entrega de alimentos à famílias vulneráveis e trabalhadores afetados pelo distanciamento social.

Na zona rural, o Ruraltins já percorreu seis regiões do Estado: Bico do Papagaio, beneficiando 26 municípios; região sul, foram percorridos 16 municípios; médio Araguaia, foram contemplados 15 municípios; na região sudeste, 15 municípios; no médio Tocantins a equipe percorreu 21 municípios e Jalapão, 8 municípios, somando mais 180 mil km rodados com a entrega de 314,6 toneladas de alimentos.

Comentários do Facebook