Matéria divulgada pelo Estadão no dia 18, sexta, aponta uma das principais obras do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, obras da Ferrovia Norte-Sul, com diversas denúncias de irregularidades, como liquidação irregular de despesas, supervisão e fiscalização deficientes, além de superfaturamentos milionários na obra. Recente auditoria nas obras da Norte-Sul apontaram superfaturamentos de R$37,3 milhões no Lote 12 da obra da ferrovia, entre os municípios de Aguiarnópolis e Palmas. Os valores averiguados já foram desembolsados pelos cofres públicos, desta forma o Tribunal de Contas da União determinou um processo de tomadas de contas especial, para que o valor superfaturado seja restituído.

Comentários do Facebook