O ex-presidente da OAB Tocantins, Epitácio Brandão, de 71 anos, morreu na tarde deste domingo (2) em decorrência de um câncer, que lutava há seis anos. O advogado estava internado há mais de 90 dias num hospital particular em Palmas e não resistiu. A morte foi confirmada pela família.

A morte ocorreu por volta das 15h. Brandão teve metástase, quando o câncer se espalha para outras partes do corpo. O velório deve ser realizado na sede da OAB em Palmas, na noite deste domingo. A família ainda não confirmou o horário.

Epitácio Brandão exerceu a advocacia por mais de 40 anos. Foi presidente da OAB entre os anos de 2013 a 2015. Também exerceu o cargo de vice-presidente, entre 2009 e 2012.

A OAB Tocantins declarou luto oficial por três dias. “Presidente Epitácio Brandão deixa um legado de décadas de trabalho, compromisso, lealdade e amor à Ordem dos Advogados do Brasil, à advocacia brasileira e sobretudo a cada um dos advogados e advogadas tocantinenses, diz a nota emitida pela Ordem.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.