Polícia

A Polícia Civil do Tocantins em Paranã, município da região sudeste do Tocantins e a 361 quilômetros de Palmas, efetuou na manhã desta quinta-feira, 7, a prisão de um indivíduo de 32 anos, em tese, pela prática do crime de estupro de vulnerável contra um menor de 10 de idade. O estupro, crime tipificado no artigo 217-A do Código Penal Brasileiro, teria ocorrido na última segunda-feira, 4.

De acordo com o responsável pelo caso, delegado Welson Antônio, a criança foi submetida a exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal de Natividade sendo confirmada a conjunção carnal, com rompimento do hímen, constatando-se também a presença de equimoses, típicas de “chupões” em partes do corpo da vítima.

Conforme apurado pela autoridade policial, o indivíduo era ex-namorado da tia da vítima e, portanto, tinha proximidade com a criança, uma vez que a mesma iria até sua casa brincar com sua filha de três anos. Nesses momentos, ele aproveitava para cometer os abusos. Desse modo, as investigações tiveram início quando a mãe da vítima compareceu à Delegacia e relatou o caso a autoridade policial, dizendo que sua filha estava com vários hematomas e com sinais característicos de violência sexual, como “chupões” no pescoço e nas demais partes do corpo.

Desse modo, o Delegado encaminhou a criança para o exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal de Natividade, onde foi confirmada a conjunção carnal, com rompimento do hímen, constatando-se também a presença de equimoses, típicas de “chupões” em partes do corpo da vítima.

Comentários do Facebook