Mauro Carlesse

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, conduziu nesta segunda-feira, 5, a reunião semanal do Comitê de Crise de Combate e Prevenção à Covid-19, que teve como pauta definir ações que visam evitar aglomerações e diminuir o contágio pelo novo Coronavírus; estratégias para aumentar a vacinação da população com o empenho mais efetivo dos municípios; e análise do cenário atual quanto à oferta de leitos para o tratamento adequado da doença. Na reunião, que ocorreu de forma remota, o Governador destacou que o Estado vai adquirir 1 milhão de doses da vacina contra o coronavírus.

O Chefe do executivo abriu os trabalhos informando que a curva de contágio tem diminuído no Estado, mas que é necessário manter as medidas de combate e prevenção. “Não podemos parar, temos que continuar com esse trabalho de oferta de leitos, de disponibilização de vacinas e de garantir o alimento para aquelas famílias que mais precisam. Estamos fazendo a nossa obrigação, de prover o alimento na mesa das pessoas. Esta semana, vamos estudar com a Secretaria da Fazenda algumas medidas para socorrer as pequenas empresas, como alavancar obra para oportunizar emprego e renda. Conto com a união de todas as instituições para que a gente consiga vencer essa pandemia”, destacou.

O governador Mauro Carlesse ressaltou que, além dos investimentos constantes na abertura de novos leitos e também da busca por mais vacinas para o Estado, o Governo do Tocantins vem, desde o início da pandemia, desenvolvimento um grande programa de entrega de alimentos para as famílias impactadas economicamente pela crise causada pelo novo Coronavírus. “Temos feito tudo que podemos para proteger a população. Seja o servidor público trabalhando em casa, seja o empresário com crédito na Agência de Fomento, seja implantando mais leitos, mas também atendendo essas famílias que tiveram seu sustento afetado. Já entregamos mais de um milhão de kits de alimentos durante a pandemia e vamos continuar cuidando dessas pessoas, para protegê-las da doença e que também sejam alimentadas com dignidade”, declarou.

O governador Mauro Carlesse também destacou que o Estado vai adquirir doses de vacinas para acelerar o número de imunizados. “Se Deus quiser, nós vamos em breve adquirir 1 milhão de vacinas com recursos próprios. Precisamos de todos com o mesmo propósito”, ponderou.

Disponibilidade de leitos e vacinas

O secretário de Estado da Saúde (SES), Edgar Tollini, salientou a transparência da Gestão em divulgar dados da vacinação, a ocupação de leitos e a fila de espera pelos mesmos. “Desde o dia 29 de março, estamos colocando à disposição a fila da regulação dos leitos, logicamente respeitando o sigilo do paciente que está internado. Na primeira postagem, nós tínhamos 72 pessoas nessa condição de espera e, hoje, nós temos 25 pessoas na espera. Apesar de ter diminuído, para nós ainda é muita gente e queremos baixar esse número. Durante esse período, a Secretaria tem trabalhado continuamente nisso e, inclusive, quinta, sexta e sábado, com recebimento de vacinas. Recebemos mais de 50 mil doses de vacinas na quinta, fizemos toda a conferência necessária e já, hoje, estamos fazendo a distribuição aos municípios”, assegurou.

O titular da SES informou que as primeiras 360 doses já estão disponíveis para a imunização dos profissionais que atuam nas forças de segurança. “É somente o início. Toda vez que chegarem doses, 6% serão destinadas às forças de segurança pública até que a gente feche esse número, que são cerca de 8 mil profissionais que fazem um trabalho muito importante nas ações de combate e prevenção”, frisou.

O secretário Edgar Tollini destacou ainda que, atualmente, o Tocantins conta com 430 leitos, sendo 262 clínicos e 168 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e que até o final do mês mais 20 leitos devem ser habilitados em Paraíso do Tocantins e mais 10 em Porto Nacional. Quanto às vacinas, o Tocantins já recebeu 270.250 doses, das quais 206.968 foram distribuídas aos municípios.

Considerações finais

O secretário de Estado da Fazenda, Sandro Armando, destacou que a Gestão está focada nas áreas de Saúde e Assistência Social. “Continuamos em equilíbrio e todos os municípios estão com os repasses em dia. Estamos cumprindo as determinações do governador Carlesse de priorizar a Saúde, em contato com os consórcios para efetivar a compra de vacinas, e além disso, viabilizar a compra de cestas básicas para garantir o alimento aos que necessitam”, afirmou.

Já a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, informou que o ano letivo de 2020 foi concluído e que a pasta está organizando a volta às aulas. “Estamos em um cenário mais tranquilo, organizando o início do ano letivo de 2021, o que deve ocorrer ainda este mês com aulas não presenciais. Além disso, mantemos contato com todas as regionais de ensino monitorando as famílias dos alunos quanto à segurança alimentar para que não venha faltar o básico para eles”, destacou.

O secretário de Estado da Comunicação, Élcio Mendes, informou qual tem sido o foco das campanhas de conscientização. “Temos dado publicidade à ação de desinfecção das ruas, da força-tarefa Tolerância Zero, do esforço do Estado na aquisição de vacinas. Estamos com uma campanha de conscientização para que os idosos procurem a vacinação, e também fizemos uma campanha forte com a presença de profissionais de saúde, mostrando como é a realidade dentro de um hospital nessa situação grave que o mundo está vivendo, para que as pessoas tenham consciência do que está acontecendo”, informou.

O governador Mauro Carlesse encerrou a reunião agradecendo aos servidores do Estado. “Nós vamos intensificar com nossos prefeitos, pedir ajuda a eles. Intensificar com nossos servidores, eu fico honrado em saber que os nossos servidores estão colaborando com as medidas. Graças a Deus, a curva já baixou, mas temos que continuar nesse mesmo esforço. O momento é de trabalho, de vacinação. A vacina faz a diferença. O Amazonas está mostrando isso”, concluiu.

Comentários do Facebook